Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Mostra de Tiradentes desiste do presencial e será toda on-line

Em virtude do alto índice de contaminação da variante Ômicron, organização decidiu manter toda a programação no site


Por Tribuna

17/01/2022 às 13h43

A Mostra de Cinema de Tiradentes será realizada novamente em formato on-line em 2022. O anúncio foi feito pela Universo Produções na última sexta-feira (14). O festival, que tem início nesta sexta (21) e segue até o dia 29 de janeiro, marcaria o retorno das atividades presenciais – ainda que se valendo do formato híbrido. No entanto, em nota divulgada nas redes sociais, foi anunciado que, em diálogo com o Governo de Minas Gerais, a Prefeitura e a organização, ficou decidida a transferência das modalidades para o remoto. A decisão foi tomada a partir das indicações do alto índice de contaminação da variante Ômicron do coronavírus no estado, inclusive na cidade sede da mostra. 

O conteúdo continua após o anúncio

Pela programação desejada, exibições, debates e cursos aconteceriam de maneira presencial. A organização, agora, está adaptando o formato, repetindo o que aconteceu no último ano, em que toda a mostra foi on-line, com exibições no site. Os que se cadastraram para os cursos receberão mais informações sobre o acesso em comunicado específico, no e-mail cadastrado. “Vamos manter o mesmo propósito conceitual e de programação. Vamos seguir juntos trabalhando pelo cinema brasileiro e acreditando que dias melhores virão”, finaliza o comunicado.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia