Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

PM registra três roubos a pedestres no Previdenciários em menos de 24 horas

Em um dos assaltos, ladrões estavam armados com faca e foice; polícia garante que está atenta aos casos na Zona Sul, que vitimaram três mulheres e um homem


Por Sandra Zanella

21/06/2022 às 16h19

Três roubos a pedestres foram registrados pela Polícia Militar entre a manhã de segunda-feira (20) e a madrugada desta terça (21), no Bairro Previdenciários, Zona Sul de Juiz de Fora. Os crimes violentos praticados em menos de 24 horas na mesma região, vitimando três mulheres e um homem, chamaram a atenção e deixaram a PM em alerta. A corporação garante estar atenta aos casos e trabalhando para garantir a segurança da população.

O primeiro assalto aconteceu por volta das 6h de segunda na Rua Adriano Coutinho. Uma mulher, de 32 anos, relatou à polícia que estava em um ponto de ônibus, aguardando transporte para seguir para o trabalho, quando foi abordada por um criminoso, que passou por ela e retornou com uma pedra nas mãos. Mediante ameaças, ele roubou seu celular e fugiu após a ação, correndo na direção de um beco. A vítima seguiu até a 32ª Companhia da PM para registrar a ocorrência.

Na noite do mesmo dia, por volta das 22h30, outra mulher, 29, e um homem, 24, foram rendidos também na Rua Adriano Coutinho. Ela contou à PM que havia acabado de desembarcar de um coletivo e encontrado com seu esposo. Os dois caminhavam pela via em direção à residência, quando foram surpreendidos por dois ladrões, armados com faca e foice. A dupla anunciou o roubo, levou os celulares do casal e conseguiu escapar.

O conteúdo continua após o anúncio

Já no fim da madrugada desta terça, o crime aconteceu na Rua Antônio Bento de Vasconcelos. Uma mulher, 29, seguia para o trabalho, quando foi abordada por dois assaltantes, um deles armado com uma faca. Os bandidos, que teriam as mesmas características do assalto anterior, roubaram telefone e carregador. Em todos os casos, a PM realizou rastreamento, mas ninguém foi preso.

A assessoria de comunicação do 27º Batalhão da PM informou que “já estão sendo direcionados para o Bairro Previdenciários e adjacências os recursos necessários para o reestabelecimento da paz e da ordem pública no local”. “Estamos recebendo as denúncias com informações de suspeitos dos roubos, e os registros das ocorrências estão sendo feitos no intuito de subsidiar da melhor forma possível a Polícia Civil na investigação dos crimes, bem como na prisão dos autores o mais breve possível”, destacou a corporação.

A PM reforçou que segue metodologia de trabalho, com a realização da análise criminal pela seção de planejamento estratégico, pontuando os locais com maior incidência criminal, visando à intensificação das ações e operações, tanto preventivas, quanto de repressão qualificada.

Tópicos: polícia

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia