Tópicos em alta: polícia / campeonato mineiro / suzano / bolsonaro

Pai é preso após manter mulher e filho trancados dentro de casa

Esse foi o segundo caso de violência doméstica por cárcere privado registrado esta semana na Zona Leste

Por Sandra Zanella

13/03/2019 às 15h28

Um homem de 24 anos foi preso em flagrante por manter a esposa, 18, e o filho do casal, de 1 ano, trancados dentro de casa. A Polícia Militar foi acionada na noite de terça-feira (12) pela mãe da mulher, 44, após ela não conseguir contato com a jovem e o neto na residência do Bairro Santa Rita, Zona Leste de Juiz de Fora. Diante da presença da equipe policial no endereço, o suspeito chegou a abrir o portão para a companheira sair, mas ela já havia cortado a mão no vidro de uma das janelas ao tentar escapar. Mesmo com a libertação dela, a polícia precisou interceder para que o homem também entregasse a criança, pois ele teria se mantido trancado com o menino, afirmando que não iria deixar o filho aos cuidados da mãe.

A jovem contou à PM que havia se desentendido com o marido por ter descoberto um relacionamento amoroso extraconjugal. Por causa da suposta traição, ela resolver sair de casa e retornar para a residência dos pais, mas foi impedida pelo companheiro de deixar o imóvel, sendo trancada no interior do mesmo.

Ainda segundo informações do boletim de ocorrência, após muita “parlamentação”, visando a integridade física da criança mantida trancada, os militares conseguiram convencer o suspeito a abrir a porta. O menino foi entregue à mãe, e o pai foi algemado, recebendo voz de prisão em flagrante. Ele foi levado para a 1ª Delegacia Regional, em Santa Terezinha. Apesar do ferimento, a mulher não quis ser conduzida para atendimento médico.

O conteúdo continua após o anúncio

Cárcere em barraco

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher já investiga o caso da adolescente de 17 anos que foi mantida em cárcere privado no último fim de semana em um barraco nos fundos de uma casa, também localizada na Zona Leste. O ex-namorado da jovem e suspeito do crime, da mesma idade, foi apreendido em flagrante pelo ato infracional e está acautelado em um Centro Socioeducativo. Ele não teria aceitado o fim do relacionamento.

Como no caso desta terça, a PM também foi chamada no sábado pela própria mãe da vítima. A adolescente estava desaparecida desde o dia anterior, quando saiu de casa para ir até uma igreja. Na volta, ela teria sido abordada pelo suspeito em um escadão e forçada a seguir com ele, diante da ameaça de que ele mataria a mãe dela. A jovem foi puxada pelos braços e arrastada até a residência dele, onde foi constrangida, sofrendo violência física e psicológica.

Enquanto esteve no cativeiro, a adolescente foi tratada em péssimas condições, sem direito a alimentação ou higiene pessoal. Ela teria aproveitado um momento de distração do rapaz para ligar para um familiar e pedir socorro. A vítima sofreu diversos hematomas pelo corpo e foi encaminhada para um médico legista, para exame de corpo delito, confirmando as lesões.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia