Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Homem é esfaqueado durante festa na Zona Leste

Pelo menos dois comparsas teriam segurado a vítima, que teve o pulmão perfurado

Por Sandra Zanella

12/06/2019 às 12h46- Atualizada 12/06/2019 às 13h03

Um homem de 40 anos foi esfaqueado durante uma festa, no fim da noite de terça-feira (11), no Bairro Progresso, Zona Leste de Juiz de Fora. Ele foi encontrado pela Polícia Militar caído na Rua Carlos Rocha, com ferimentos no nariz, ombro e costas. A vítima foi socorrida pelo Samu, que prestou os primeiros atendimentos ainda no local, e levada para o HPS. Segundo a Polícia Militar, na unidade foi constatado que o paciente sofreu perfuração no pulmão esquerdo. Ele permaneceu internado para os procedimentos necessários. De acordo com a assessoria da Secretaria de Saúde, o homem continua em observação nesta quarta, lúcido, orientado e estável.

A tentativa de homicídio aconteceu após um desentendimento entre frequentadores do evento. O suspeito de desferir os golpes contra a vítima é um jovem, 21. Ele ainda teria contado com a ajuda de dois comparsas, de 19 e 23. Os dois teriam segurado o homem para que o terceiro o atacasse a facadas.

O conteúdo continua após o anúncio

O motivo da discussão, que evoluiu para luta corporal e culminou na tentativa de assassinato, não foi esclarecido. A PM realizou buscas na região e conseguiu abordar os dois comparsas nas imediações de onde ocorrera o crime, mas o executor não foi localizado. A dupla confirmou ter discutido e entrado em vias de fato com a vítima, mas negou ter contribuído para a tentativa de homicídio.

Os militares mobilizados na ocorrência também fizeram varredura na residência onde aconteceu a festa. Uma faca, com cerca de 25cm de lâmina, foi apreendida e estava aparentemente suja de sangue. A arma branca foi reconhecida pela vítima como a mesma utilizada pelo autor para feri-la. Outra faca, com cerca de 20cm, também foi recolhida.

Populares que não quiseram se identificar, temendo represálias, revelaram à PM que o local é conhecido como ponto de venda de drogas. Antes da chegada da polícia, várias pessoas teriam saído correndo. Os dois presos foram levados para o plantão da 1ª Delegacia Regional, em Santa Terezinha. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia