Tópicos em alta: polícia / carnaval 2019 / barragem / campeonato mineiro

Médicos podem suspender atendimento em Santos Dumont

O Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata vai à Justiça para determinar o pagamento dos salários dos profissionais que atuam no Hospital de Misericórdia de Santos Dumont. Reportagem publicada nesta sexta (9) pela Tribuna informava que os profissionais estão há dois meses sem receber por causa de atrasos nos repasses […]

Por Tribuna

09/09/2016 às 19h32

O Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata vai à Justiça para determinar o pagamento dos salários dos profissionais que atuam no Hospital de Misericórdia de Santos Dumont. Reportagem publicada nesta sexta (9) pela Tribuna informava que os profissionais estão há dois meses sem receber por causa de atrasos nos repasses do Governo de Minas, segundo a administração da unidade. De acordo com o presidente do sindicato, Gilson Salomão, existe a possibilidade de os médicos suspenderem os atendimentos no hospital, limitando a atuação ao serviço de urgência, conforme determina o código de ética. “São dezenas de médicos, e nenhum está recebendo, embora continuem trabalhando. Vamos estudar com o jurídico quais medidas poderemos adotar.”

O conteúdo continua após o anúncio

O provedor da Santa Casa de Santos Dumont, Salomão Michel Abdo, havia informado ao jornal, também, que o hospital está próximo de um colapso por causa da falta dos repasses, que chega a R$ 240 mil. Segundo ele, já começam a faltar medicamentos e insumos para atender aos pacientes e, por isso, existe a intenção de mover ação junto ao Ministério Público de Minas Gerais a fim de regularizar a chegada dos recursos.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia