Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Estrogonofe vegano e cheio de sabor

Formada em nutrição e gastronomia, Luiza Magella ensina a fazer versão saborosa do prato sem produtos de origem animal

Por Júlia Pessôa

17/05/2019 às 20h00- Atualizada 17/05/2019 às 22h04

Jovem e antenada com os estudos mais recentes em suas duas áreas de formação – nutrição e gastronomia -, Luiza Magella, de 24 anos, está alinhada ao conhecimento contemporâneo que relaciona alimentação, prazer gastronômico e saúde. Mas nem por isso abre mão do paladar afetivo e tradicional. É o que mostra a Receita de Família deste domingo, uma adaptação das memórias familiares da própria. “Minha avó sempre fazia estrogonofe aos sábados, e todo sábado eu ia a casa dela apenas para comer este prato, era completamente apaixonada”, diz Luiza.

Luiza recria a receita da avó com carne de soja (Foto: Fernando Priamo)

A nutricionista e tecnóloga em gastronomia é vegetariana há quatro anos e vegana há dois. Por isso, sua versão do estrogonofe não possui qualquer tipo de proteína de origem animal. “Fiquei dois anos ovolactovegetariana (consumindo ovo e leite) e fiz minha transição para o veganismo. Fiz essa opção principalmente pela ética animal, pelo amor aos animais, de uma forma geral, sem diferenciação. Hoje em dia acaba que engloba tudo: questões ambientais, uma vez que a pecuária é o maior fator prejudicial ao meio ambiente, e questões de saúde, pois é comprovado cientificamente que a alimentação baseada em vegetais traz diversos benefícios à saúde e pode ajudar na prevenção e tratamento de várias patologias”, aponta.

No caso específico do estrogonofe, ela ainda garante que ele é sucesso em casa, mesmo para quem, na família, não é vegano ou vegetariano. “O ponto alto dessa receita é que mostra que uma alimentação livre de ingredientes de origem animal pode ser muito saborosa, com texturas diferentes e saudável. O estrogonofe é muito bem recebido, até os não muito chegados à gastronomia vegana adoraram!” Para que o seu preparo ganhe tantos fãs quanto os de Luiza, ela dá algumas dicas para a receita sair no ponto certinho. “Prefira uma versão orgânica da proteína de soja, e não transgênica. Em casas de produtos naturais normalmente se encontra com facilidade. Outra dica é, ao hidratar a soja, colocar uma gotinha de limão ou vinagre na água, para ajudar no sabor, e o segredo é temperar bastante, abusando de ervas e especiarias. Depois, é só deixar o estrogonofe reduzir bastante, para que fique bem cremoso, e preparar o refogado com bastante alho e cebola”, indica.

O conteúdo continua após o anúncio
(Foto: Fernando Priamo)

Estrogonofe de soja

por Luiza Magella

Ingredientes

1 1/2 xícara de proteína texturizada de soja (pts)
1 litro de água morna (para hidratar)
1/2 colher de sopa de azeite
6 tomates maduros sem pele e sem sementes batidos no liquidificador
1 colher (chá) de sal
1 dente de alho picado
1 cebola picada
2 xícaras (chá) de água
1/2 colher (chá) de melado
1/2 colher (sopa) de molho inglês vegetariano
1/2 colher de mostarda
50g de champignon
1 xícara de milho-verde
200ml de leite de coco

Modo de preparo

Hidrate a proteína de soja na água morna por 15 minutos, depois escorra e aperte com as mãos para extrair o máximo de água possível. Reserve. Refogue a cebola e o alho no azeite, adicione os tomates batidos e o sal. Acrescente a água e a proteína de soja hidratada e cozinhe por 20 minutos. Adicione o molho inglês, o melado, a mostarda, o champignon e o milho, e deixe cozinhar até o molho engrossar (aproximadamente 5 minutos). Acrescente o leite de coco e deixe ferver por mais 5 minutos. Sirva em seguida.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia