Tópicos em alta: cartas a jf / sergio moro / dengue / polícia

Tecnologia de ponta para a saúde dos animais

PUBLIEDITORIAL

San Rafael Hospital Veterinário combina qualidade, tecnologia e atendimento especializado a diversas espécies

Por Hospital San Rafael

30/03/2019 às 07h00- Atualizada 01/04/2019 às 18h42

O Hospital San Rafael possui profissionais com diversas especialidades e preparados para atender animais de pequeno porte (Foto: Simone Aglio)

Com profissionais especializados e um atendimento 24 horas a pequenos animais, o San Rafael Hospital Veterinário inaugurou recentemente a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O espaço, que entrou em funcionamento há dois meses, está apto a atender pacientes de nível grave em casos de acidente, envenenamento, pacientes politraumatizados, com câncer em estado avançado. “É um setor que tem um suporte mais eficiente para manter um paciente vivo e reverter um estado grave. Podemos manter o animal com um suporte avançado, sendo monitorado de forma adequada, com vários equipamentos e uma equipe de profissionais capacitados”, garante o diretor-clínico do hospital, Rafael Meurer, que reforça a preocupação com a saúde de todos os internos. “O hospital também possui um ambiente isolado para receber pacientes com doenças infecciosas.”

Roberta Almeida, diretora-geral, e Dr. Rafael Meurer, diretor-clínico do hospital (Foto: Simone Aglio)

Além de cães e gatos, o San Rafael também oferece atendimento a animais silvestres e não convencionais e já recebeu répteis, aves, roedores e primatas. Conforme Rafael, o estilo de vida de cada pessoa interfere na escolha do animal de estimação, por isso, o espaço é preparado para assistir à diversidade de pets que agradam os juiz-foranos. “Em um primeiro momento, o veterinário vai fazer os primeiros socorros, consultar e estabilizar o paciente. Depois, o especialista naquela espécie fará o tratamento diferenciado”, explica.

A equipe é formada por profissionais das áreas de cardiologia, oftalmologia, dermatologia, fisioterapia, ortopedia, anestesiologia, acupuntura, entre outras especialidades. Além de realizar diversos tipos de cirurgias, gerais e especializadas. Conta com o apoio de aparelhos de raio x digital, ultrassonografia, endoscopia, eletrocardiograma, ecocardiograma, videotoscopia e exames laboratoriais. “Todos os veterinários que trabalham aqui estão se especializando. Em breve, teremos especialistas que não temos na Zona da Mata mineira”, conta Rafael, reforçando o compromisso com a saúde do animal. “Todos os veterinários se reúnem semanalmente para fazer a discussão de casos clínicos e melhor atender os pacientes.”

Gatos são exigentes

A qualificação do corpo clínico e o investimento em equipamentos foram decisivos para que a comerciante Monique Rianelli, que vive na companhia de oito gatos e um cachorro, escolhesse o Hospital San Rafael para cuidar de sua prole. “Os gatos são mais difíceis de lidar, são sentimentais, estressam à toa, ficam desconfiados em um lugar desconhecido, e o organismo reage diferente do de um cachorro”, comenta ela.

Drª Renata Freitas, responsável pelo setor de internação (Foto: Simone Aglio)

“É um público que exige uma atenção especial”, atesta Rafael, que completa: “O atendimento a um cão é muito diferente do atendimento a um gato, seja com relação a doenças, causas e tratamentos”. Exatamente por isso, o San Rafael Hospital investiu em um espaço reservado para os felinos, com atendimento médico especializado, consultório e área de internação separados dos demais animais.

Dr. Rafael Meurer ao lado da cadela Tatá (Foto: Simone Aglio)

Segundo o diretor-clínico do hospital, o crescimento da população de gatos é uma tendência observada no Brasil, seguindo o modelo de outros países. “Nos Estados Unidos, há mais gatos que cães e, no Brasil, a tendência é os felinos superarem os cães em cerca de dez anos”, destaca o médico veterinário. Em estudo mais recente do IBGE, em 2013, o Brasil já tinha 22 milhões de gatos e 52 milhões de cães.

Monique se encantou pelos felinos depois de resgatar um filhote. “Nunca tinha convivido com gatos e fiquei impressionada com o quanto ele era esperto, carinhoso e o quanto estava grato de termos dado comida e carinho. A partir daí, comecei a ajudar e a pegar outros na rua”, conta ela que ainda cuida de cinco cães que moram em uma granja.

E se amar é cuidar, prevenir é a solução. “O brasileiro não se preocupa muito com prevenção”, observa o veterinário. Para Rafael, é importante que os tutores criem a cultura de prevenir doenças, buscando um diagnóstico precoce para tratamentos mais efetivos. “É preciso fazer a vermifugação e a vacinação nas datas adequadas e consultar regularmente o veterinário. Para cada idade há um protocolo de prevenção de doenças, com exames de sangue, ultrassom e radiografias.”

Área exclusiva para felinos, o que garante conforto e tranquilidade aos animais (Foto: Simone Aglio)

Hospital Veterinário San Rafael

Endereço: Rua Dr. Pedro Mendes, 20, Bairro Bom Pastor
Telefone: (32) 3083-7570
WhatsApp: (32) 9 8861-3696
Site: www.sanrafaelvet.com.br
Instagram: @sanrafaelvet
Facebook: SanRafaelHospitalVeterinario

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Desenvolvido por Grupo Emedia