Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Diabetes Mellitus e Hipertensão Arterial Sistêmica são os maiores riscos para um AVC

PUBLIEDITORIAL

A forma mais eficiente de prevenção é o controle dos fatores de risco

Por Albert Sabin

14/06/2019 às 16h16- Atualizada 17/06/2019 às 20h47

De acordo com informações do Ministério da Saúde, o Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma das principais causas de morte, incapacidade adquirida e internações no mundo. Também conhecido como derrame cerebral, ocorre quando há um entupimento ou o rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea adequada.E, para esta doença séria que atinge o principal órgão do sistema nervoso, a melhor prevenção é o controle dos fatores de risco.

Primeiramente, é importante saber quais são estes fatores.Entre todos, destacam-se a diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica, como afirma o médico neurologista Dr. Moisés Pereira Pinto. Os outros são: colesterol alto, sobrepeso, obesidade, tabagismo, consumo excessivo de álcool, avanço da idade, sedentarismo, uso de drogas ilícitas, histórico familiar e ser do sexo masculino. Em relação à idade, Dr. Moisés pondera: “estudos recentes mostram que quase 70% dos pacientes com AVC tem menos que 60 anos. Isto, porque outros fatores de risco, tais como: diabetes e obesidade são mais relevantes”. Em relação ao homem ser mais suscetível, o neurologista também explica queestatisticamente a ocorrência é maior no sexo masculino”. Historicamente, os homens têm menos cuidado com a saúde do que as mulheres. Eles têm menos atenção ao controle dos fatores de risco do que as mulheres. ”Portanto, homens: é hora de colocar a saúde como prioridade.

Você sabe a diferença entre o AVC Hemorrágico e AVC Isquêmico? Confira na imagem:

Da mesma forma, a obesidade, que também é um risco considerável, exige atenção. O Índice de Massa Corporal (IMC) é o indicador de medida internacional que classifica se uma pessoa está no peso ideal para sua altura. Um índice acima de 25 é considerado sobrepeso e, acima de 30, obesidade e já configura em um perigo para ocorrência de um AVC. Quanto ao nível de colesterol, a taxa normal é abaixo de 200mg%. Dr. Moisés alerta que é importante estar atento aos níveis dos tipos de colesterol: o LDL, colesterol ruim, deve ser o mais baixo possível, e o HDL, o bom colesterol, quanto mais alto, melhor.

Uma vez cientes destes principais fator esde risco, chega a hora de colocar a prevenção em prática. Dr. Moisés dá a dica: énecessário “tratar adequadamente a hipertensão e o diabetes, controlar o peso, praticar atividade física regularmente, não fumar, evitar bebida alcoólica, alimentação saudável. A adequação dos hábitos de vida diária é primordial para prevenção do AVC”.

Motivos não faltam para adotarmos estas práticas e nos preocuparmos com o bom funcionamento do nosso cérebro e da circulação sanguínea em nosso corpo. Para deixar os cuidados com a saúde em dia, conte com o Albert Sabin. Além da Emergência em casos de suspeita de AVC, o Hospital tem uma área de CTI Neurológico, com profissionais altamente capacitados para o tratamento adequado que tem como objetivo evitar sequelas ao paciente.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Desenvolvido por Grupo Emedia