Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

A mineira Daniele Moreira Rachid estreia na literatura aos 9 anos

Por Marisa Loures

08/05/2018 às 07h00 - Atualizada 07/05/2018 às 22h13

Daniele planeja lançar “Uma aventura de Páscoa” em Juiz de Fora – Crédito: foto de Kempton Vianna ​

Daniele Moreira Rachid é uma garota de apenas 9 anos. Sua relação de amor com as palavras começou bem cedo porque sua mãe a inspirou, ao ter sempre nas mãos um bom livro para ler. Até então, essa mineirinha de Ubá era apenas leitora. Sua vida começou a mudar quando escreveu no colégio um conto do sorvetinho triste. Ela mostrou para as amigas, que se apaixonaram por sua obra. Decidiu desafiá-las a criar uma história. Contudo, somente ela a criou. “Foi superfácil”, garante a menina, que, a partir daí, decidiu que se tornaria uma escritora de verdade.

O primeiro livro, chamado “Uma aventura de Páscoa”, está pronto. Já foi apresentado para o público ubaense e devidamente aprovado. Tem até lançamento previsto aqui para Juiz de Fora para daqui a, aproximadamente, um mês. Só falta confirmar o local. Sabe aquela dúvida que a criançada sempre tem se, realmente, coelhinho da páscoa existe? Nas páginas da publicação, a autora dá uma resposta à meninada, graças à curiosidade de quatro quadrigêmeas de 9 anos. Era para ser mais um dia normal de Páscoa, mas não foi, pois surge um coelho superdiferentão.

E quem disse que o objetivo dessa nova autora mirim é só a diversão? Ela também fala sério, tratando de temas, como bullying e amor ao próximo. “A parte mais legal de ser escritora é poder incentivar pessoas a lerem e a escreverem mais”, afirma ela, que se fez escritora por influência de Mauricio de Souza, Edgar Joshua Hyde e Jeff Kinney.  Para acompanhar os projetos de Daniele, basta acessar a página www.daniescritora.com.br

Marisa Loures – Você já está frequentando feiras literárias na sua cidade, dando autógrafos e falando sobre seu livro. Como está sendo essa experiência? Sua vida já mudou um pouquinho desde o lançamento?

Daniele – Essa experiência está sendo emocionante e especial. Muitas pessoas vieram falar comigo, crianças e adultos, que estou incentivando e motivando a lerem e a escreverem livros cada vez mais. E a minha vida mudou para melhor depois da noite de autógrafos, pois minha rotina está muito mais tumultuada e ocupada. Tenho alguns compromissos que estou adorando, como dar entrevistas, ir à rádio, tirar fotos, conversar com as pessoas.

– E como é a rotina da mais nova escritora?

– Minha rotina é bem apertada. Faço inglês duas vezes por semana; escola, todos os dias; catequese, às quartas-feiras; tarefas escolares; estudo; leio e escrevo. Ainda sobra tempo para ver um pouco de TV, adoro séries, e brincar com minha irmã Aline.

– Achei curioso saber que você escreve tudo à mão, levando em conta que se trata de um livro e, principalmente, porque hoje as crianças são fascinadas pelo mundo dos computadores…

– Escrevo tudo a mão pois gosto de escrever, e o meu bloquinho posso levar para qualquer lugar. E tecnologia em dia de semana lá em casa é proibido. Só posso usar sexta-feira à noite, depois de cumprir com minhas obrigações, e sábado e domingo.

 

 

 

O conteúdo continua após o anúncio
Em “Uma aventura de Páscoa”, Daniele conta a história de um coelho superdiferentão – Foto: crédito de Kempton Vianna ​

– Você faz planos como escritora? Quais são seus sonhos?

– Sim, eu faço planos como escritora, como lançar mais livros, fazer mais noites de autógrafos e lançamentos, feiras literárias, bienais e entrevistas. Meus sonhos são ser escritora e meu livro chegar à bienal e ser médica.

– Para ser uma escritora profissional, é preciso fazer investimento. O que já foi feito para que isso aconteça?

– Esse livro foi feito com o investimento dos meus pais e meus bisavós. O dinheiro arrecadado está sendo guardado para meus futuros livros.

– Aonde você quer que seu livro chegue?

– Quero que meu livro chegue muito longe, para poder ser inspiração para muitas crianças lerem e escreverem.

Sala de Leitura

Quinta-feira, às 9h40, na Rádio CBN Juiz de Fora

 

 

 

 

 

Marisa Loures

Marisa Loures

Marisa Loures é professora de Português e Literatura, jornalista e atriz. No entrelaço da sala de aula, da redação de jornal e do palco, descobriu o laço de conciliação entre suas carreiras: o amor pela palavra.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia