Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Indecisão de Rodrigo Pacheco atrasa acordos políticos

Por Paulo Cesar Magella

24/01/2022 às 18h30 - Atualizada 24/01/2022 às 15h22

A indefinição do senador Rodrigo Pacheco está atrasando articulações em Minas. Se for candidato à presidência da República – como defende o presidente do PSD, Gilberto Kassab –, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, já tem parceiro. Se Rodrigo desistir, o que é mais provável, o dirigente da capital pode subir no palanque de Lula. A questão, no entanto, tem outro ponto a ser resolvido: o PT terá candidato próprio ao governo? As peças só se moverão após o presidente do Congresso definir sua posição.

O conteúdo continua após o anúncio

Base também depende da decisão do senador

A incerteza sobre os próximos passos do senador tem repercussão até na instância local. O vereador Antônio Aguiar, ainda filiado ao DEM, depende de Pacheco para definir sua estratégia política. Ele deve mudar de partido e pensa em disputar uma vaga na Assembleia. As duas questões estão em suspenso.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia