Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Barroso acolhe recurso de Zema e derruba adicional concedido pela Assembleia aos servidores públicos de Minas

Por Paulo Cesar Magella

21/04/2022 às 14h52 - Atualizada 21/04/2022 às 14h59

O ministro Roberto Barroso, do STF, acolheu recurso do governo de Minas e derrubou o ato de promulgação da Assembleia que concedeu reajuste adicional aos funcionários públicos. A medida é em caráter de liminar e precisa passar pelo plenário, mas suspende o pagamento definido pelos deputados. Na semana passada, por 55 votos a três, os deputados, derrubaram o veto do governador Romeu Zema e estabeleceram um adicional de 14% para a segurança e saúde e de 33,24% para a educação. Com a decisão, fica valendo apenas o reajuste linear de 10,06% estabelecido pelo Governo.

O conteúdo continua após o anúncio
Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia