Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Justiça acha cedo definir passaporte vacinal para as eleições

Por Paulo Cesar Magella

21/01/2022 às 15h30 - Atualizada 21/01/2022 às 15h30

A Justiça Eleitoral, por meio de sua página na internet, está alertando que não há qualquer discussão em torno da exigência de passaporte de vacina para que o eleitor possa votar nas eleições de 2022. De acordo com o ministro Luiz Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, “simplesmente não tem qualquer fundamento”. Barroso acrescenta que “na ocasião própria, com a consultoria de especialistas, como foi feito em 2020, serão tomadas as medidas sanitárias que vierem a ser recomendadas.”

O conteúdo continua após o anúncio
Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia