Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Atraso na terceira via dá força à polarização

Por Paulo Cesar Magella

19/06/2021 às 14h00 - Atualizada 18/06/2021 às 16h14

A discussão da terceira via, que ganhou destaque no início da semana, quando diversos partidos fizeram uma primeira reunião, começa a ganhar força, embora a desistência de nomes como os do apresentador Luciano Huck e do empresário João Amoêdo tenham repercutido entre as lideranças de Centro. Para enfrentar a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula, o ex-ministro Ciro Gomes tem acenado com algumas concessões. Os tucanos, por seu turno, farão prévia no dia 21 de novembro para definir o nome que colocarão na mesa de negociações. Para o cientista político Felipe Nunes, da UFMG, “o maior desafio da terceira via é se coordenar politicamente, reduzindo a número de opções a 1! Ainda há um caminho longo pra chegar nesse cenário. Enquanto isso, a polarização ganha mais força!”, destacou.

O conteúdo continua após o anúncio
Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia