Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Arrumação interna

Por Paulo Cesar Magella

18/07/2021 às 07h00 - Atualizada 17/07/2021 às 18h36

Fora da Prefeitura desde o início do ano, por não terem renovado o mandato, e também sem representação na Câmara Municipal, MDB e PSDB devem passar por profundas mudanças já pensando nas eleições do ano que vem. Os tucanos, de certa forma, voltam ao centro do poder, pois o vice-prefeito Kennedy Ribeiro deve assumir a presidência do diretório municipal. Os demais cargos devem passar pelo mesmo processo de renovação, por conta do entendimento de ser o início de um novo ciclo.

O conteúdo continua após o anúncio

Metas para 2022

O mesmo raciocínio deve valer para o MDB. O partido, cujo comando estadual foi estendido até o ano que vem, ganha fôlego para articular os diretórios pelo interior do estado, o que inclui Juiz de Fora, que já tem espaço na Executiva estadual com o ex-vereador José Sóter Figueirôa, como vice-presidente.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia