Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Associação Comercial de Juiz de Fora adere a protesto por veto ao Refis

Por Paulo Cesar Magella

10/01/2022 às 19h15 - Atualizada 10/01/2022 às 19h15

A Associação Comercial de Juiz de Fora é uma das signatárias do Manifesto da Confederação da Associações Comerciais e Empresariais do Brasil contra o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de Lei que possibilitaria a abertura do Programa de Negociação de Débitos Tributários (Refis) para os microempreendedores individuais e para empresas do Simples Nacional. O presidente tem sinalizado que vai apoiar o veto ao seu próprio texto, mas tudo vai depender, agora, do Congresso. No documento, a Confederação destaca que as microempresas foram muito prejudicadas durante a pandemia e tinham no Refis uma chance de minimizarem as perdas e, assim, seguirem em frente.

O conteúdo continua após o anúncio

Associação confirma demandas de Juiz de Fora em página da ANTT

O Presidente da AC de Juiz de Fora, Aloísio Vasconcelos, destacou uma outra iniciativa da Associação. Ainda fruto da audiência pública em Juiz de Fora feita pela ANTT, para tratar da nova concessão da BR-040, a Associação – seguindo recomendações dos próprios técnicos da Agência – protocolou todas as demandas da região no site da Agência. O prazo para tal operação terminou ontem. Entre os pedidos estão o trevo de acesso à BR-440 e outro no Porto Seco, na Zona Norte da cidade.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia