Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / polícia / eleições 2020 / bolsonaro

Zema traça cenário otimista do Estado apesar da crise

Por Paulo Cesar Magella

05/07/2019 às 15h51 - Atualizada 05/07/2019 às 15h51

Durante almoço com empresários, o governador Romeu Zema voltou a falar da situação econômica do Estado e destacou que só teve meios de saber a real situação da economia após a sua posse, pois não houve transição e os números que lhe foram passados pela equipe do antecessor, Fernando Pimentel, eram rasos, que qualquer cidadão já sabia. Falando para um público em torno de 200 pessoas, o governador acenou com um cenário positivo, destacando números da segurança pública e da própria gestão, que agora tem previsão de pagamento do funcionalismo público. Zema destacou, ainda, o papel da controladoria. “Nestes seis meses já demitimos mais gente do que o Governo anterior em quatro anos”. Finalmente, comparou Minas a um doente com 41 graus de febre, quando entrou, e que agora está com menos de 40 graus. Concluiu dizendo que Minas não caminha mais para o precipício e entregará ao final do seu mandato um Estado muito melhor do que recebeu.

O conteúdo continua após o anúncio

Assuntos gerais com lideranças

Antes do almoço, ele teve uma conversa reservada com alguns empresários, tendo à frente o presidente da Fiemg, Aurélio Marangon, e lideranças políticas e de outros segmentos. Ouviu reivindicações, mas a pauta da conversa, no entanto, teria sido de assuntos gerais.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia