Tópicos em alta: eleições 2018 / chuva / polícia

FHC faz elogios a Itamar

Por Paulo Cesar Magella

03/01/2018 às 07h00 - Atualizada 02/01/2018 às 19h12

Espírito das ruas

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ao participar do programa Manhattan Connection, da Globonews, elogiou seu antecessor, Itamar Franco, não apenas pelo forte apoio ao Plano Real, que restabeleceu a saúde da economia, mas também pela sua sensibilidade em interpretar o sentimento do povo. “Itamar conhecia a alma popular e sabia o seu sentimento. Medidas como a volta do Fusca ou de manter o cheque pré-datado, quando a área econômica queria a sua extinção, são prova de que ele tinha esse sentimento, que tem faltado à instância política, hoje totalmente voltada para seus próprios interesses.” FH advertiu ainda que o PSDB precisa apresentar um candidato competitivo e alertou para os riscos de projetos radicais. “Se o centro não se organizar, haverá o risco de um demagogo ser eleito.”

Plenário próprio

Com impedimento de os serviços de atendimento ao público da Câmara emitirem carteira de trabalho, a Mesa Diretora da Câmara deverá dar uma nova finalidade ao espaço que ficará vago. O presidente Rodrigo Mattos já tem estudos avançados de instalar um plenarinho, no qual seriam realizadas as reuniões das comissões técnicas, como já ocorre na Assembleia e no Congresso. Dessa forma, os eventos ganhariam mais visibilidade, uma vez que também serão criadas condições técnicas para sua transmissão pela rádio e pela TV Câmara, hoje restritas ao plenário. Se não houver atraso, as primeiras reuniões já poderão ser transmitidas no período de reuniões ordinárias de fevereiro, isto é, logo após o recesso de início de ano.

O conteúdo continua após o anúncio

Com Pimentel

Em entrevista ao jornal “O Tempo”, pela coluna Radar, o deputado Fábio Ramalho, vice-presidente da Câmara dos Deputados, garantiu que o PMDB nacional está ciente da decisão da bancada estadual de manter o apoio ao governador Fernando Pimentel. Embora o presidente do PMDB de Minas, Antônio Andrade, seja contra a ideia, Ramalho, conhecido como Fabinho Liderança, destacou que “aqui em Minas, o PMDB fica com o Pimentel, já há um acordo com a diretoria nacional. A maioria dos deputados federais e também estaduais quer isso. Então, o partido estará ao lado do governador na tentativa à reeleição”. O deputado é também coordenador da bancada mineira na Câmara.

Codemig patrocina

O Governo de Minas, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), publicou edital de chamamento público de patrocínio a projetos e eventos para o primeiro semestre de 2018, com inscrições previstas para o período de 15 a 31 de janeiro. O investimento total estimado pela Codemig na iniciativa será de até R$ 1 milhão. O valor máximo a ser concedido a cada projeto, independentemente do valor total da proposta apresentada, será de R$ 19 mil. A meta, segundo a companhia, é democratizar ao máximo a liberação de recursos.

Fora da Mesa

No primeiro dia de reuniões ordinárias do Legislativo, ocorreu uma novidade. A vereadora Sheila Oliveira encaminhou à Mesa Diretora pedido de desligamento da secretaria-geral da Câmara. A razão é eminentemente técnica: no cargo, ela fica impedida de participar de comissões técnicas e de comissões de inquérito, como recentemente ocorreu na CPI das gangues, da qual foi autora. Sem o impedimento, a vereadora terá também mais mobilidade para acompanhar seus processos, já que boa parte das matérias, em vez do plenário, é decidida nas comissões. Com sua desistência, o posto passa a ser ocupado pelo vereador Luiz Otávio (Pardal). O presidente Rodrigo Mattos, nesse caso, terá 60 dias para convocar a eleição para o posto de segundo-secretário.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia