Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Chapa pura do PSD atrapalha apoio petista a Kalil

Por Paulo Cesar Magella

02/05/2022 às 19h00 - Atualizada 02/05/2022 às 16h33

O ex-presidente Lula deve apoiar a candidatura do ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, mas terá dificuldades em subir no seu palanque ante a posição do PSD, que insiste em ter chapa pura: governador, vice-governador e senador, como está configurado até agora. O vice, Agostinho Patrus, e o candidato ao Senado, Alexandre Silveira, também são do PSD, enquanto o PT já garantiu apoio ao deputado Reginaldo Lopes (PT) para o Senado. Há outros fatores gerando ruídos. A bancada mineira do PSD na Câmara está propensa a apoiar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro, o que pode isolar Kalil ainda mais.

O conteúdo continua após o anúncio

O candidato pode ser Viana, mas Bolsonaro elogia Zema

O candidato a governador Carlos Viana, a despeito de ser do PL, o mesmo partido do presidente da República, viveu momento de desconforto no Triângulo. Ao participar da Expozebu, em Uberaba, o presidente Jair Bolsonaro fez rasgados elogios ao governador Romeu Zema, dando-o como exemplo de administrador.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia