BBB 24: O Camarote contra-ataca

Por Bernardo Marchiori

BBB 24: O Camarote contra-ataca
Foram necessários mais de 50 dias de BBB para que o público finalmente conseguisse ver Yasmin e Wanessa participarem ativamente do jogo (Foto: Reprodução/TV Globo)

A semana no Big Brother Brasil foi animada, principalmente após a eliminação de mais um integrante do Camarote: o momento de Rodriguinho finalmente chegou e o pagodeiro deu adeus ao programa na terça. E não foram apenas o povo, os brothers e as sisters que tiveram emoções; a produção do programa precisou agir.

Após um Sincerão lúdico na segunda e a eliminação na terça, na quarta-feira (28), Yasmin Brunet e Beatriz foram convocadas ao confessionário. A modelo e a vendedora receberam chamadas de atenção por suas atitudes.

A Camarote não conseguiu fazer o Raio X no início do dia por falta de tempo e perdeu 500 estalecas. Com isso, por estar na Xepa, ameaçou comer o bolo do VIP (feito por Davi para o aniversário de Rodriguinho, na terça) para levar a casa para o ‘Tá com Nada’ – dinâmica que acontece nessa situação e envia todos os participantes para a Xepa.

Por outro lado, Bia foi advertida pelas suas atitudes no show de Xande de Pilares, no último sábado (24). A sister chegou a subir no degrau mais alto da escada que leva para o palco, gerando descontentamento da casa. Apesar de o próprio cantor ter defendido a vendedora em seu Instagram, afirmando que a regra foi seguida, a produção a alertou de que a atitude pode resultar em eliminação.

Com as emoções à flor da pele, iniciou-se mais um período de brigas na casa. Após tomar mais uma punição, Alane não gostou do deboche de parte dos participantes e os confrontou. Yasmin e Wanessa Camargo não deixaram barato e, em um momento de quase boas-vindas ao jogo, finalmente se posicionaram pela frente da pessoa adversária.

Nesse momento, surge Davi, em uma suposta tentativa de apaziguar o embate entre as sisters, e mais uma briga começa. Pela segunda vez ao usar a palavra ‘calma’ (a primeira veio seguida de ‘calabreso’), o brother conquistou mais um confronto para si – dessa vez, contra Wanessa.

“Você não é calmo. Você tira todo mundo do sério. Aí quando alguém fala um pouquinho mais alto, você fala ‘calma’? Não fale ‘calma’ para mim”, pediu a cantora. A briga entre Alane, Davi, Wanessa e Yasmin continuou até o baiano chamar Wanessa de falsa e deixar quase toda a casa irritada.

Enquanto os dois participantes do grupo Pipoca já participaram de outros embates, foi a estreia das duas sisters do Camarote. Foram necessários mais de 50 dias de BBB para que o público finalmente conseguisse ver Yasmin e Wanessa participarem ativamente do jogo.

Ambas já haviam contribuído em um momento ou outro, mas nada diretamente ou de muita relevância. Foi preciso Rodriguinho sair e Yasmin perder uma boa quantidade de estalecas para que os posicionamentos das sisters fossem definidos. Wanessa, por exemplo, ainda era uma incógnita em relação a Davi.

A conclusão é que a produção deve pensar duas vezes a respeito da presença ou não do grupo Camarote nas próximas edições. O número de participantes já caiu de dez para seis, e os da temporada 24 – à exceção de Rodriguinho e Bin Laden – não tiveram papéis importantes até aqui. Ainda há tempo para Yasmin e Wanessa se redimirem?

Bernardo Marchiori

Bernardo Marchiori

Bernardo Marchiori é estagiário na Tribuna desde fevereiro de 2023 e cursa Jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora. Escreve matérias para o caderno de editorias gerais, com notícias factuais e reportagens especiais. Já atuou na assessoria da Prefeitura de Juiz de Fora e é bolsista na rádio da Faculdade de Comunicação da UFJF. E-mail: [email protected] LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/bernardo-marchiori-da-costa-8719a51b0

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também