Tópicos em alta: top of mind 2019 / sarampo / polícia / CPI dos ônibus / bolsonaro / reforma da previdência

Tipos de corpo feminino: conheça e descubra qual é o seu

Já reparou que nem toda roupa fica bem em todo mundo? Conhecer os tipos de corpo feminino é importante para entender em qual classificação o seu adequa.

Por Carol Neves e Marcela Menezes

05/07/2018 às 08h30 - Atualizada 05/07/2018 às 08h49

Já reparou que nem toda roupa fica bem em todo mundo? Isso acontece porque os biótipos são diferentes, independente de peso e medida. Por isso, conhecer os principais tipos de corpo feminino é muito importante para entender em qual classificação o seu se adequa.

A grande vantagem de ter esse conhecimento é entender quais são as melhores opções de roupas e cortes para você. Por exemplo, quem tem o quadril mais volumoso deve evitar peças que chamem a atenção para a região. Já quem tem o tronco mais largo, pode aproveitar peças que marquem a área e que criem a ilusão de uma cintura mais definida.

Pensando nisso, separamos nesse artigo os principais tipos de corpo feminino para você descobrir qual é o seu. Para completar, vamos dar algumas dicas sobre o quais peças usar e quais você precisa passar longe.

Vem com a gente!  

 

Os principais tipos de corpo feminino

 

Basicamente o corpo feminino é classificado em 5 tipos diferentes: ampulheta ou violão, triângulo ou pêra, triângulo invertido, retângulo e oval.  

tipos-de-corpo-feminino
Conheça os tipos de corpo feminino

1 – Corpo tipo ampulheta ou violão

 

Esse é a silhueta mais desejada por boa parte das mulheres. Quem tem esse tipo de corpo possui os ombros e os quadris do mesmo tamanho e a cintura bem marcada. É biótipo que fica bem com quase todas as roupas, porém algumas dicas podem ajudar na hora de escolher as peças.

 

O que usar:

  • Peças que marquem a cintura;
  • Cintos e faixas;
  • Calças e saias leves;
  • Vestidos transpassados;
  • Jeans cigarrete e flare.

Fuja de:

  • Peças ou muito justas ou muito largas;
  • Roupas de corte reto, especialmente casacos;
  • Calças muito justas com blusas muito coladas;

 

2 – Corpo tipo triângulo ou pêra

 

Quem tem esse tipo de corpo possui quadris mais largos do que os ombros e cintura fina. Normalmente as mulheres desse biótipo tem coxas grossas, bumbum grande e seios pequenos ou médios. É o tipo de corpo mais comum entre as brasileiras. Geralmente quem possui esse tipo de corpo gosta de usar roupas que disfarçam os quadris. Se esse é o seu caso, fique atenta à essas dicas.

 

O que usar:

  • Calças flare, retas, slim e estampadas;
  • Legging ou skinny com camisas que cubram o bumbum;
  • Shorts soltos;
  • Saias retas, evasês e godês com pouco volume;
  • Vestidos retos e soltos;
  • Camisas com decotes em V e U;
  • Camisetas regatas;
  • Peças com listras horizontais;
  • Peças para criar sobreposições;
  • Blazers e blusas acinturadas;
  • Colares mais compridos e com mais volume.

 

Fuja de:

  • Cintos na altura dos quadris;
  • Calças e saias volumosas;
  • Casacos e blusas que terminam em cima do quadril;
  • Calças estilo skinny, legging e boyfriend;
  • Saia plissada ou com babados;
  • Vestidos justos e tipo sereia;
  • Calça de cintura baixa.

 

O conteúdo continua após o anúncio

3 – Corpo tipo triângulo invertido

 

As mulheres que possuem esse tipo de corpo têm ombros e costas mais largas do que os quadris, que são estreitos. Normalmente, as penas são finas, a cintura é pouco marcada e os seios são grandes. Para esse corpo, o ideal é dar volume ao quadril, deixando o restante proporcional.

 

O que usar:

  • Blusas com decotes em V
  • Saia evasê e godê
  • Vestidos retos
  • Calças flare, reta, largas, pantalonas e boyfriend
  • Blusas com babados nas pontas
  • Estampas verticais

 

Fuja de:

  • Mangas bufantes
  • Ombreiras
  • Decotes quadrados
  • Camisetas regatas
  • Saias justas com blusas justas
  • Legging e calças skinny
  • Colares volumosos
  • Camisas estampadas

 

4 – Corpo tipo retângulo ou reto

 

As mulheres com esse tipo de corpo geralmente não possuem cintura, dando aquele aspecto de retângulo. Os ombros e quadris são praticamente da mesma medida, assim como a cintura. Esse biótipo é comum em mulheres altas, magras e de pernas longas. Nesses casos, o desejo é criar ilusão de cintura.

O que usar

  • Saia lápis, evasê e godê;
  • Casacos acinturados;
  • Calça flase, skinny, slim e boyfriend;
  • Vestidos acinturados;
  • Saias rodadas e com volume;
  • Calças estampadas ou com volume;
  • Blusas soltinhas ou de tecidos fluidos.

Fuja de:

  • Jaquetas curtas;
  • Roupas muito largas;
  • Estampas muito grandes;
  • Calças de có largo ou cintura alta;
  • Blusas justas com calças justas.

 

5 – Corpo tipo oval

 

Nesse biótico a barriga é a maior medida do corpo, ou seja, a cintura é muito maior que os ombros e os quadris. Geralmente as mulheres que possuem esse corpo estão acima do peso. Para o tipo oval é importante prestar atenção nas seguintes recomendações para chamar a atenção para os seios e os ombros:

 

O que usar

  • Saias retas;
  • Roupas com bordados em diagonal ou vertical para alongar a silhueta;
  • Camisas com decotes V;
  • Calça reta;
  • Blusas que ultrapassam a linha do quadril;
  • Roupas de cores escuras;
  • Saias de corte godê e evasê;
  • Batas, túnicas e blusas soltinhas.

Fuja de

  • Calças slim e skinny;
  • Mangas bufantes;
  • Camisas largas;
  • Calças de cintura baixa;
  • Roupas com estampas.

 

Com essas dicas é possível conhecer qual é o seu tipo de corpo e aprender como valoriza-lo usando as peças, modelos e recortes corretos.

 

Depois dessa ajudinha aposto que ficou muito mais fácil escolher o que usar, principalmente em festas! Então corra para o Do Meu Closet Pro Seu e encontre a peça ideal para você!  

Carol Neves e Marcela Menezes

Carol Neves e Marcela Menezes

Carol Neves é formada em publicidade pelo CES. Após sua pós-graduação em Administração de Empresas pela FGV o sonho de empreender tomou conta de seus pensamentos e ideias. Anteriormente, teve experiências em agências de publicidade no mercado de Juiz de Fora, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Agregando a área de formação ao sucesso da sua atual empresa, Do Meu Closet Pro Seu. Marcela Menezes: é formada em Jornalismo pela UFJF e sempre sonhou em ter seu negócio próprio. Durante a faculdade estagiou na Viva Eventos, junto com Carol e, aos 26 anos, mudou-se para o RJ para abrir sua própria franquia. Após alguns anos de experiência no mercado de festas , enxergou uma oportunidade no segmento moda-festa. E, assim, nasceu a ideia do Do Meu Closet Pro Seu.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia