Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Brad Pitt lança champanhe


Por Etiene Carvalho

14/09/2020 às 19h47

Brad Pitt segurando a garrafa de Fleur de Minalva

A novidade do Brad Pitt dessa vez não é nenhuma estreia de filme, mas mais legal ainda: a partir do dia 15 de outubro, o novo champanhe rosé Fleur de Miraval terá estreia nas prateleiras norte-americanas. A bebida é feita na região de Champagne, na França, em uma das terras de propriedade do ator e de sua ex-mulher Angelina Jolie.

O Fleur de Miraval passou por um processo de um pouco mais de cinco anos até chegar no ponto final, e chegarão ao mercado somente 20 mil garrafas. O valor está na faixa de 330 euros (equivalente a mais de dois mil reais nos dias de hoje!!!!!!!), segundo a revista People.

O conteúdo continua após o anúncio
Fleur de Miraval

Brad Pitt, empolgado com a novidade, não quer comparar o Fleur de Miraval com outros vinhos e bebidas também lançados por famosos. “Não é um projeto de ‘celebridade’ para mim. Antes de qualquer coisa, esta é uma propriedade excepcional, pela qual eu me apaixonei, e na qual eu continuo a investir”, divulgou.

“Para fazer o vinho, eu fiz uma parceria com a família Perrin. Eles fazem vinhos há cinco gerações. Esta é uma parceria que vai durar muito. Não é uma tendência passageira na qual estou embarcando”, acrescentou Pitt e Jolie compraram a terra francesa em 2012 — e, apesar de sua separação em 2016, ambos continuam investindo no local juntos. Apesar de que é o Brad Pitt quem é visto mais vezes por lá.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia