Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

1º Torneio Minas no Futevôlei é vencido por Mari Cipriani e Duda Tostes

Com 17 duplas, evento ocorreu com o objetivo de promover a modalidade no naipe feminino


Por Bruno Kaehler

13/09/2021 às 19h22

O primeiro de muitos. Assim esperam as jogadoras de futevôlei, cada vez em maior número em Juiz de Fora e na região, que competiram na estreia do Torneio Minas no Futevôlei, realizado no domingo (12), no Clube Várzea de Matias Barbosa. Mari Cipriani e Duda Tostes foram as campeãs, com Nádia Camacho e Branca Plastino na segunda posição; Luísa Vieira e Renata Borges em terceiro lugar; e Mari Nogueira e Mari Paiva em quarto.

O conteúdo continua após o anúncio

Ao total, foram 34 atletas (17 duplas) em ação. A competição foi disputada em categoria única. “O torneio contou tanto com atletas iniciantes, que foram jogar mesmo com pouco tempo de prática do futevôlei, até meninas federadas em Minas Gerais. O intuito era mostrar que temos o nosso espaço e foi muito importante receber atletas de todos os níveis nesse primeiro encontro. Ter com a gente jogadoras que disputam torneios nacionais engrandeceu o esporte e foi um show à parte para quem assiste. Nos deixa felizes”, relata a organizadora Mari Nogueira.

Ao todo, 34 mulheres participaram da primeira edição do torneio em Matias Barbosa (Foto: Marcelo Costa/Divulgação)

A principal meta do torneio era reunir as atletas e promover o crescimento do futevôlei feminino já regular há alguns anos na cidade. “E pretendemos fazer novos eventos. Estamos estudando datas, mas ainda sem nada definido. Por hora estamos organizando os próximos encontros. Um será em outubro, na cidade de São João Nepomuceno, e outro em dezembro em Matias Barbosa. Nesses encontros promovemos jogos onde as duplas são sorteadas no dia”, explica Mari. “Nós dividimos os grupos de pedras em a e b para tentarmos equilibrar as duplas e incentivarmos quem está começando. Pois o nosso objetivo é de fato ver o feminino acontecer. E vimos que se não formos nos organizando, não teríamos muito espaço nem incentivo local”, destaca.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia