Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Tita, Andrade, Nunes, Adílio e Mozer participam em JF dos 40 anos do Mundial do Flamengo

Encontro dos campeões acontece neste sábado no Centro de Futebol Zico


Por Tribuna

03/12/2021 às 19h50- Atualizada 03/12/2021 às 21h00

Os campeões mundiais pelo Flamengo em 1981, Mozer, Andrade, Adílio, Tita e Nunes, estarão em Juiz de Fora, neste sábado (4),  para um evento em comemoração aos 40 anos do Mundial, conquistado pelo Rubro-Negro por 3 a 0 sobre o Liverpool. O encontro será a partir das 16h, no Centro de Futebol Zico (CFZ) de Juiz de Fora, e vai reunir alunos, pais e colaboradores da escola de futebol. A programação conta com jogos do torneio interno do CFZ e de uma partida com a participação dos craques.

Por conta da pandemia da Covid-19, a participação do público será limitada a 70% da capacidade do centro de treinamento. O ingresso é 1 kg de alimento não perecível. Após os jogos, haverá apresentação da banda Maverick V8. O CFZ fica na Rua Ver. Dr. Hélio Zanini, 410, Bairro Vina Del Mar, na Cidade Alta.

O conteúdo continua após o anúncio

Geração histórica

O título mundial foi conquistado em 13 de dezembro de 1981. O time da Gávea, comandado por Paulo César Carpegiani, bateu o clube inglês por 3 a 0 e ficou marcado como um dos mais brilhantes da história do Flamengo. Além dos cinco que virão a Juiz de Fora, fizeram parte da equipe campeã Raul, Leandro, Marinho, Júnior, Zico e Lico. No banco de reservas, Cantarele, Figueiredo, Peu, Baroninho e Nei Dias. Nunes marcou o primeiro e terceiro gol da partida, enquanto Adílio foi autor do segundo. Os três tentos foram feitos no primeiro tempo de jogo.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia