Tópicos em alta: cartas a jf / onça-pintada / dengue / polícia

Bituca ensaia no Central o show de estreia de turnê internacional

Milton Nascimento e banda abrem a turnê ‘Clube da Esquina’ neste sábado (16) no Cine-Theatro Central, com ingressos esgotados

Por Tribuna

15/03/2019 às 16h00- Atualizada 16/03/2019 às 15h58

1dfa2bc8-9b6d-4d29-9a30-0238dd87c981 04ab3616-d923-4c7e-8ccf-2154f34a6952 6c097ff3-2749-406b-b1d2-325ed8ff1efd 293f36e7-4a3b-4b44-9d83-fca68b1b408c d3770cc8-7577-4219-b7ac-d2a7c68b9d85
<
>
Milton Nascimento interpreta algumas músicas de dois dos principais álbuns de sua carreira (Fotos: João Couto/Divulgação)

Milton Nascimento vai rodar o Brasil e o mundo para celebrar dois clássicos de sua carreira. O cantor e compositor carioca, mais conhecido por sua ligação com Minas Gerais, se apresenta neste sábado (16), às 21h, no Cine-Theatro Central, com o show de abertura da turnê “Clube da Esquina”, em que apresenta algumas das canções dos dois álbuns que levam o nome de um dos principais movimentos da MPB. Com direção musical de Wilson Lopes e direção artística de Augusto Nascimento, Milton sobe ao palco acompanhado por sua banda: Wilson Lopes (guitarra e violão); Alexandre Ito (baixo); Ademir Fox (piano); Widor Santiago (metais); Lincoln Cheib (bateria); Zé Ibarra (vocais); e Ronald Silva (percussão).
Esta é a primeira vez que Milton Nascimento dedica um show apenas a “Clube da Esquina” e “Clube da Esquina 2”, que completaram 45 e 40 anos de lançamento em 2017 e 2018, respectivamente. O repertório dará destaque ao primeiro dos dois discos, mas o cantor adianta que a turnê terá músicas dos trabalhos nunca antes executadas ao vivo. Assim como no show do Central, algumas datas da turnê já estão com ingressos esgotados. Depois de Juiz de Fora, o “Clube da Esquina” vai chegar a Belo Horizonte (28, 30 e 31 de março); Jaguariúna (SP), em 6 de abril; Brasília (13 de abril); São Paulo (27 e 28 de abril); Rio de Janeiro (17, 18 e 24 de maio); e Curitiba (1º de junho).
Depois, Milton segue para a Europa, com shows na França, Espanha, Suíça, Holanda e Portugal, retornando para o Brasil a fim de dar continuidade à turnê, com datas já agendadas para Ribeirão Preto (SP), João Pessoa (PB) e Recife (PE) até o final de agosto.

 

Cenário do novo show terá arte exclusiva assinada pelos irmãos grafiteiros paulistas Os Gemeos, que fazem releitura da capa do disco “Clube da Esquina”
(Foto: Facebook MiltonBitucaNascimento)

Grandes clássicos, grandes parcerias

Sobre os álbuns que integram o repertório da turnê, “Clube da Esquina” foi lançado em 1972 e levava ainda o nome de outro grande nome da MPB – Lô Borges – na capa. Além da dupla, participaram das composições e gravações figuras como Beto Guedes, Eumir Deodato, Ronaldo Bastos, Wagner Tiso, Tavito, Fernando Brant, Toninho Horta, entre outros. Alguns dos destaques das 21 faixas que compõem o álbum – lançado na época em vinil duplo – são “Tudo que você podia ser”, “Cais”, “O Trem Azul”, “Cravo e canela”, “Um girassol da cor de seu cabelo” e “Nada será como antes”.
Seis anos depois, em 1978, Milton retoma o projeto com “Clube da Esquina 2”. Com 23 músicas, o álbum vai além das Minas Gerais e amplia o leque de participações. Além do retorno de diversos amigos do movimento musical, o trabalho tem parcerias que chegam até o universo da poesia: Flávio Venturini, Carlos Drummond de Andrade, Chico Buarque, Elis Regina, Boca Livre e Gonzaguinha. Algumas das músicas presentes em “Clube da Esquina 2” são “Nascente”, “Maria, Maria”, “Credo” e “Canção amiga”.

O conteúdo continua após o anúncio

 

Milton Nascimento

Neste sábado (16), às 21h, no Cine-Theatro Central

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia