Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Campanha de Popularização do Teatro e da Dança começa nesta quinta

Evento está em sua 19ª edição e vai reunir 24 espetáculos durante todo o mês de agosto; confira a programação completa


Por Cecília Itaborahy, sob supervisão de Fabíola Costa

04/08/2022 às 07h00

“Teatro é a arte do encontro presencial, daquilo que acontece naquele tempo e naquela hora”, afirma Cristiano Fernandes, presidente da Associação de Produtores de Artes Cênicas de Juiz de Fora (Apac/JF). Exatamente por esse motivo, o teatro foi uma das artes mais impactadas pelo isolamento social da pandemia e, ainda hoje, enfrenta obstáculos para voltar à normalidade. Depois de dois anos sem acontecer, a 19ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança retorna nesta quinta-feira (4). Neste ano, com 25 dias de apresentações, o evento conta com 24 espetáculos de diversas linguagens. Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 10 e R$ 15 no trailer da Apac, montado no Parque Halfeld. Nas bilheterias, os valores mudam de acordo com o espetáculo.
A pandemia foi o maior tempo em que a campanha ficou sem ser realizada em Juiz de Fora. Quando as atividades foram sendo normalizadas no setor, tinha-se medo até se haveria espetáculos suficientes para compor uma programação de um mês, já que, além da ausência de apresentações durante a pandemia, as produções também ficaram defasadas. Para isso, Cristiano conta que, junto com os outros produtores locais do evento – Adryana Ryal, Danyela Silvério e Michelle Netto -, reuniu-se com os grupos teatrais locais e avaliou que, sim, seria possível pensar na Campanha, com montagens novas e ainda retomar outras que já foram apresentadas nos teatros. Com o apoio do Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc-MG), o projeto pôde acontecer e vai passar por sete palcos da cidade.
“A gente percebeu que tinha uma vontade grande de fazer acontecer a Campanha, porque os grupos mostraram que querem apresentar o melhor, com caras novas, sendo, também, um respiro e espaço de mostrar novas linguagens”, avalia Cristiano. Ele, que acompanha o evento desde o seu começo, em 2002, diz que a Campanha de Popularização do Teatro e da Dança foi uma das responsáveis por realizar uma comunhão entre as companhias e até mesmo entre o público, que, quando vai ao trailer da Apac, depara-se com a diversidade de espetáculos e pluralidade de linguagens. “Quando um evento é coletivo, ele vem com mais força, e a Campanha sempre foi assim, unindo teatro e dança. Ele é importante tanto para formar público quanto para fazer o encontro entre os grupos, que compartilham as pesquisas e suas produções.”
O cortejo que marca o início da Campanha, que já é tradição, vai descer o Parque Halfeld às 11h do sábado (6), em direção ao Calçadão, com o Grupo Ingoma e integrantes das companhias. Três oficinas serão oferecidas pelo evento: de teatro, com Vinícius Cristóvão, no dia 24 de agosto, às 18h30, no Museu Ferroviário; de palhaçaria para iniciantes, com Valdir Alves, nos dias 20 e 21 de agosto, às 9h30, também no museu; e de tambor mineiro e ciranda, com Ingoma, nos dias 18 e 19, às 14h30, no Centro Cultural Dnar Rocha. As inscrições podem ser feitas no trailer da Apac.

Campanha de Popularização do Teatro e da Dança
Show do Grupo Ingoma marca a abertura da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança, nesta quinta-feira (Foto: Divulgação)

Confira a programação completa:

4 de agosto (quinta-feira):
19h30 – Show de abertura com o grupo Ingoma
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

5 de agosto (sexta-feira):
20h – Peça de terror “Sujeito estranho”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

6 de agosto (sábado):
11h – Cortejo
Local: Parque Halfeld

16h – Peça infantil “O bobo e o tonto no picadeiro”
Local: Museu Ferroviário

20h – Peça de comédia “Velório – Pra morrer de rir!”
Local: Cine-Theatro Central

21h – Peça de comédia “Engraçado são vocês”
Local: Teatro da Praça CEU

7 de agosto (domingo):
16h – Peça infantil “Chapeuzinho Vermelho”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

19h – Monólogo “A loucura de Eva”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

21h – Peça de comédia “Dois dedim de prosa”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

10 de agosto (quarta-feira):
19h – Espetáculo de dança “Mosaico”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

19h – Monólogo “Infância”
Local: Museu Ferroviário

11 de agosto (quinta-feira):
19h – Monólogo “Infância”
Local: Museu Ferroviário

12 de agosto (sexta-feira):
16h – Peça infantil “O ratim conquistador”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

21h – Peça de comédia “Pra ser bela a coisa fica feia”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

13 de agosto (sábado):
16h – Peça infantil “Sopa de letrinhas”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

19h – Espetáculo de dança “Amanhã talvez eu faça a mesma coisa”
Local: Teatro Praça CEU

19h – Peça “Entre quatro paredes”
Local: Museu do Crédito Real

18h – Musical “Romaria”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

21h – Peça de comédia “O biscateiro”
Local: Cine-Theatro Central

14 de agosto (domingo):
16h – Peça infantil “Mágicas e tonteiras”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

16h – Peça infantil “O macaco espertalhão”
Local: Teatro da Praça Ceu

O conteúdo continua após o anúncio

19h – Peça “Entre quatro paredes”
Local: Museu do Crédito Real

19h – Stand up “Lelé Papel”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

19 de agosto (sexta-feira):
19h – Espetáculo com poesia e música “Pedepoesia”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

18h30/20h30 – Intervenção artística “No caminho a gente se encontra”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

21h – Peça “Entre quatro paredes”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

20 de agosto (sábado):
16h – Peça infantil “Sopa de letrinhas”
Local: Museu Ferroviário

16h45 – Peça infantil “O ratim conquistador”
Local: Forum da Cultural

19h – Peça de comédia “Dois dedim de prosa”
Local: Teatro da Praça CEU

19h – Peça de comédia “Pra ser bela a coisa fica feia”
Local: Museu Ferroviário

21h – Stand up “Lelé Papel”
Local: Teatro da Praça CEU

21 de agosto (domingo):
16h45 – Peça infantil “O ratim conquistador”
Local: Forum da Cultural

19h – Peça “Entre quatro paredes”
Local: Museu do Crédito Real

19h – Stand up “Lelé Papel”
Local: Museu Ferroviário

20h30 – Intervenção artística “No caminho a gente se encontra”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

21h – Peça de comédia “Engraçado são vocês”
Local: Teatro Paschoal Carlos Magno

25 de agosto (quinta-feira):
20h – Espetáculo “Paulo Freire – O andarilho da utopia”
Local: Cine-Theatro Central

27 de agosto (sábado):
16h – “O pescador, o anel e o rei”
Local: Teatro da Praça CEU

16h45 – Peça infantil “O ratim conquistador”
Local: Forum da Cultural

19h – Peça de comédia “Pra ser bela a coisa fica feia”
Local: Museu Ferroviário

28 de agosto (domingo):
16h – “O pescador, o anel e o rei”
Local: Teatro da Praça CEU

16h – Peça infantil “Mágicas e tonteiras”
Local: Museu Ferroviário

16h45 – Peça infantil “O ratim conquistador”
Local: Forum da Cultural

19h – Contação de história “Lá nas Minas: Contos de lavadeiras”
Local: Museu Ferroviário

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia