Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Jardim Botânico da UFJF abre as portas com ainda mais biodiversidade

Fauna e flora nativas da Mata Atlântica são atrações para visitantes que buscam refúgio durante a pandemia


Por Ester Vallim, estagiária sob supervisão do editor Eduardo Valente

17/09/2021 às 08h15- Atualizada 17/09/2021 às 09h35

O período de um ano e meio com o Jardim Botânico fechado, proporcionou à fauna e à flora um momento de recuperação. As mais de 500 espécies que compõem a biodiversidade do local estão disponíveis para a observação do público, que passa a visitar o espaço a partir desta sexta-feira (17). Seguindo os protocolos de segurança, ainda com algumas restrições, a maior parte dos espaços abertos está disponível para visita.

Espaço será reaberto para visitação nesta sexta-feira, com limite de 150 pessoas por vez (Foto: Fernando Priamo)

Aqueles que visitaram o jardim antes do fechamento, motivado pela pandemia de Covid-19, podem encontrar um espaço com uma biodiversidade mais rica. Isso porque durante o período sem visitação, algumas espécies de animais começaram a sair da floresta mais densa e se aproximaram da área acessível aos visitantes, como lontras e quatis. Nesse período, também foram soltos diversos bichos-preguiça resgatados de áreas urbanas.

Com a chegada da primavera, os quase 300 pés de jabuticaba iniciaram o período de frutificação. Nos próximos 30 dias, os frutos estarão maduros e poderão ser consumidos pelos visitantes, assim como outras frutas localizadas dentro das dependências do local. O diretor do Jardim Botânico, Breno Moreira, explica que, este ano, a floração das plantas está maior por causa do tempo seco. “Elas passaram pelo ‘estresse hídrico’ que é quando, por falta de chuvas, as plantas começam a se reproduzir mais, gerando mais flores.” Para conhecer as espécies presentes no jardim, os visitantes agora podem consultar placas informativas próximas às plantas.

Segundo ele, a reabertura neste momento é importante e vem para suprir uma demanda da população. “As pessoas estão com a necessidade de ter o acesso a um ambiente aberto, a uma biodiversidade, ter esse contato com a natureza. Muitos estão dentro do apartamento há mais de um ano, então eu acredito que o jardim vai proporcionar esse acesso e vai ser muito bom pra saúde mental das pessoas e física também.”

O conteúdo continua após o anúncio

Restrições

A capacidade de visitantes no Jardim Botânico foi reduzida à metade. A partir de agora, só poderão entrar 150 pessoas por vez e os passeios terão duração máxima de duas horas. O controle de entrada e saída dos visitantes será feito na portaria, onde todas as orientações e regras serão informadas. Em todo o trajeto haverá álcool em gel disponível, mas a orientação é que cada visitante traga o seu próprio frasco. O uso de máscaras durante a visitação é obrigatório, inclusive nas áreas abertas, como os gramados e as trilhas.

jardim-botanico-by-fernando-priamojardim-botanico-by-fernando-priamo2jardim-botanico-by-fernando-priamo3jardim-botanico-by-fernando-priamo4jardim-botanico-by-fernando-priamo5jardim-botanico-by-fernando-priamo6jardim-botanico-by-fernando-priamo7jardim-botanico-by-fernando-priamo8jardim-botanico-by-fernando-priamo9jardim-botanico-by-fernando-priamo10jardim-botanico-by-fernando-priamo11
<
>
Foto: Fernando Priamo

A casa de educação ambiental está disponível para o uso de banheiros e bebedouros, que serão constantemente higienizados. Só será permitido o consumo de água nos bebedouros com garrafas de água, por isso é importante que cada visitante leve a sua. A casa-sede, onde funciona uma exposição de arte, vai permanecer fechada, assim como a casa sustentável. Já o bromeliário e o orquidário em implantação poderão ser visitados.

Programe-se

Mesmo com redução de 50% na capacidade de visitantes, a administração do Jardim Botânico espera que a demanda seja grande, principalmente nos finais de semana. “A gente recomenda que pessoas que podem vir no início da semana, optem por isso e venham para fazer uma visita mais tranquila, com menos movimento”, explica Bruno.

Para aproveitar a visitação com maior conforto a orientação é que os visitantes utilizem sapatos fechados, calça comprida, usem repelente e protetor solar.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia