Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Prévia tucana

Por Paulo Cesar Magella

20/06/2021 às 07h00 - Atualizada 18/06/2021 às 17h58

O PSDB tem uma previsão de 50 mil participantes na sua prévia, do dia 21 de novembro, para escolha do seu pré-candidato à Presidência da República. No Pequeno Expediente, da Rádio Transamérica Juiz de Fora, o ex-deputado Marcus Pestana, que faz parte da comissão especial que elaborou as regras, disse que, a despeito de 1,3 milhão de filiados estarem inscritos na Justiça Eleitoral, o partido trabalha com um universo de participação em torno de 5%. As prévias serão por modelo virtual, assim como os debates entre os candidatos. Em princípio, estão cotados os governadores de São Paulo, João Doria, o do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o senador Tasso Jereissati e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.

O conteúdo continua após o anúncio

Prioridade

Em razão da prévia nacional, que está mobilizando a militância, o ex-deputado Marcus Pestana não vislumbra, por enquanto, nomes em Minas para disputar o Governo do Estado, mas acentuou que a legenda tem quadros habilitados para a disputa. Ele não citou nomes, mas, nos bastidores, um dos citados é o deputado Paulo Abi-Ackel, presidente do diretório estadual tucano.

Terceira via

A discussão da terceira via, que ganhou destaque no início da semana, quando diversos partidos fizeram uma primeira reunião, começa a ganhar força, embora a desistência de nomes como os do apresentador Luciano Huck e do empresário João Amoêdo tenham repercutido entre as lideranças de Centro. Para enfrentar a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula, o ex-ministro Ciro Gomes tem acenado com algumas concessões. Os tucanos, por seu turno, farão prévia no dia 21 de novembro para definir o nome que colocarão na mesa de negociações. Para o cientista político Felipe Nunes, da UFMG, “o maior desafio da terceira via é se coordenar politicamente, reduzindo o número de opções a 1! Ainda há um caminho longo pra chegar nesse cenário. Enquanto isso, a polarização ganha mais força!”, destacou.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia