Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / polícia / eleições 2020 / bolsonaro

Turma do barril

Por Leandro Mazzini

15/07/2020 às 06h54 - Atualizada 14/07/2020 às 22h03

O presidente Jair Bolsonaro, num cronograma bem preparado pelo chanceler Ernesto Araújo, segue intensa agenda de telefonemas para líderes de outras nações, em defesa de seu Governo e atrás de investidores para o País. Há dias, ligou para dois contatos importantes que há anos estão de olho na Petrobras e suas reservas: conversou com o xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi, e em outro telefonema, com Mohammad Bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita. Al Nahyan tem um interesse especial no Brasil – e um episódio que não esquece. Perdeu quase US$ 1 bilhão em ações na derrocada do valor de mercado da Petrobras após a operação Lava Jato, revelou a Coluna em 2014.

Meu bolso

O herdeiro do Emirado de Abu Dhabi é um dos ‘minoritários’ que acionou seus advogados em Manhattam para recuperar tudo, na ação coletiva que rendeu acordo.

Vizinhança

Bolsonaro já telefonou, nos últimos dias, para o presidente do Paraguai, Mario Abdo; para o colega do Chile, Sebastian Piñera; e ontem falou com Jeanine Áñez, da Bolívia.

Agora, vai!

A Secretaria Nacional da Cultura criou comissão preparatória para festividades da comemoração do Bicentenário da Independência, em 2022. Os focos são Rio e Brasília.

Cannabis na farmácia

O Instituto de Tecnologia do Paraná mandou a primeira pá na hortinha de um mercado que pode ser lucrativo no Brasil: no chamamento nº 3/20, da sexta-feira, cita “prospecção de mercado para potenciais parceiros interessados em transferência de tecnologia, desenvolvimento, fabricação e fornecimento de medicamentos à base de cannabis”.

Aliás..

..Já existe uma fila de empresários, na Anvisa, querendo autorização para cultivo a fim de fornecer para grandes laboratórios a matéria prima do canabidiol.

Palanque?

Está na Mesa Diretora da Câmara a Indicação 594/20, do deputado federal Gildenemyr (PL-MA), sugerindo que o Governo federal construa Memorial pelas vítimas do Covid-19 em São Luís (MA), com verba do Ministério dos Direitos Humanos.

O conteúdo continua após o anúncio

Empreendedora$

Pesquisa Global de Empreendedorismo realizada com 9 mil mulheres em 15 países, incluindo 500 brasileiras, constatou que a maioria delas (72%) quer abrir seus próprios negócios, sendo que 50% delas ainda não têm negócios e 22% tocam uma empresa, mas gostariam de abrir outra.

Batom & planilhas

A principal motivação apontada para iniciar negócio foi “se tornar minha própria chefe” (61%) – no Brasil, percentual foi de 63%. Os resultados mostram que, no mundo, 43% das mulheres adiaram ideia de ter filhos. Já aqui, o índice sobe para 51%. A pesquisa foi encomendada pela Herbalife Nutrition, conduzida pela OnePoll em março e abril.

Prévia do sermão

A CNBB, da Igreja Católica, peitou o Governo Federal oficialmente. Na Carta Aberta ao Congresso Nacional (334/2020), os bispos – em conjunto com outras entidades – cravam: “vivemos uma grave crise – sanitária, econômica, social e política – exigindo de todos, especialmente de governantes e representantes do povo, o exercício de uma cidadania guiada pelos princípios da solidariedade e da dignidade humana”.

Adiado

Foi adiado o julgamento do TRF4 das ações que devem definir o transporte de mais de 11 milhões de usuários na região Sul. A desembargadora Marga Tessler se deu por impedida e agora o julgamento, que poderia barrar o funcionamento da Buser, aguarda nova formação da turma julgadora.

Caroneiros

Ao mesmo tempo que lutam na Justiça para impedir que as novas plataformas atuem no mercado de transportes, empresas tradicionais do setor como Viação Cometa e 1001 anunciaram a criação de um aplicativo idêntico para concorrer contra Buser e 4Bus.

Base

A FAB informa que, ao contrário do publicado aqui, nunca teve base aérea no Paraná.

ESPLANADEIRA

# Conab realiza leilão para compra de alimentos para população carente. # O escritor israelense Gad Adler ensina técnicas psicológicas para encarar o isolamento social. # Estudo da GS Ciência revela que pessoas com mais de 60 anos voltaram a fazer compras nos supermercados.

Leandro Mazzini

Leandro Mazzini

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia