Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

As transformações do mercado e os desafios do novo perfil de liderança

Diante de incertezas e possibilidades, é preciso uma nova perspectiva para pensar negócios, pessoas, talentos e habilidades. A inovação deixa de ser uma opção e se torna essencial para a sobrevivência em um altamente competitivo.

Por Marcelle Larcher

06/05/2022 às 09h47 - Atualizada 12/05/2022 às 10h07

O desenvolvimento tecnológico e a aceleração da troca de informações tornam o mundo atual disruptivo, provocando constantes mudanças de cenários sociais, culturais, comportamentais e também profissionais.

Afinal, o ambiente de trabalho não é uma exceção quando falamos nessas transformações. Muito pelo contrário, muito mudou e ainda mudará nos próximos anos. Isso implica em uma nova forma de pensar negócios, pessoas, talentos e habilidades.

Diante de incertezas e possibilidades, é preciso uma nova perspectiva para pensar negócios, pessoas, talentos e habilidades. A inovação deixa de ser uma opção e se torna essencial para a sobrevivência em um altamente competitivo.

Diante de tudo isso, o que se espera de um líder? É isso que veremos ao longo do texto. Boa leitura!

Liderança e mercado de trabalho

Hoje, qualquer negócio que pretenda sobreviver e prosperar em seu mercado precisa ser ágil e inovador para que seus produtos e/ou serviços possam proporcionar uma experiência diferenciada aos clientes.

A única certeza é que a mudança está acontecendo o tempo todo e os modelos de negócios tradicionais estão desaparecendo.

Os exemplos de liderança de um passado não tão distante, como conhecemos e já estamos acostumados, já não fazem sentido. Os líderes de hoje precisam de habilidades e da mentalidade necessária para absorver mudanças complexas e adaptá-las para obter melhores resultados, mesmo diante da inconsistência.

Líder do passado e Líder atual

Fomos acostumados à ideia de que entre liderança e liderado existe um grande abismo. É como se ambos não jogassem pelo mesmo time e prevalecesse o autoritarismo, o receio da figura do Chefe, o ordenar e o obedecer, quem sabe mais e quem sabe menos.

Isso ainda faz sentido para você? Primeiro, nunca deveria ter feito e em segundo essa é uma concepção de liderança que além de não fazer mais sentido, se transformou na receita perfeita para o declínio de qualquer operação.

Para acompanhar todas as mudanças e se manter em um mercado competitivo os líderes de agora precisam:

  • Convencer e dar o exemplo ao invés de simplesmente ordenar algo;
  •  Participar da construção e evolução das tarefas/atividades e não apenas cobrar resultados a qualquer custo;
  • Ouvir sua equipe diariamente em busca de ajustes de rota e novas soluções;
  • Nunca parar de se especializar, buscar sempre novos aprendizados e compartilhá-los com o seu time;
  • Compartilhar o poder de decisões com a equipe, visto que as mesmas influenciam no trabalho de todos;  
  •  Estar aberto a dar e receber feedbacks.

Desafios do novo líder 

Adaptar-se é entender as exigências do novo cenário. Se você ocupa ou pretende ocupar um lugar de liderança esteja ciente que os desafios existem, mas que eles podem ser superados.

Selecionei alguns pontos essenciais para um líder de sucesso:

A humanização da liderança

Humildade, compreensão e acessibilidade. Hoje, ocupar uma posição alta e lidar com pessoas sem abusar dessas características é um grande erro.

A figura da chefe, baseada na prepotência, dá lugar a uma postura humana na forma de relacionar-se e interagir com a equipe, compartilhando experiências e entendendo acima de tudo que por mais que seja uma relação de trabalho é uma relação entre pessoas.

O conteúdo continua após o anúncio

Além disso, um líder mais humano é preocupado com a saúde mental dos seus colaboradores, e consequentemente com a promoção da felicidade no ambiente de trabalho.

A tecnologia ao seu favor

A ideia do mercado de trabalho como um lugar onde as pessoas perdem oportunidades e as máquinas dominam todo o cenário produtivo assusta e faz com que a tecnologia, muitas das vezes seja vista com maus olhos.

Um bom líder sabe dar o tom desse equilíbrio, usar recursos e ferramentas tecnológicas a favor dos seus objetivos e ao mesmo tempo valorizar o seu capital humano, que é essencial e insubstituível.

A tecnologia é aliada para tirar o peso do operacional e dando espaço para um melhor aproveitamento das pessoas, tornando-as cada vez mais estratégicas em suas atividades, bem como, desenvolvendo novas habilidades.

Sim! As máquinas ocuparão o lugar da mão de obra humana, isso não é novidade há algum tempo, porém, não significa que os empregos vão deixar de existir.

Ensinar pelo exemplo

Para você, qual é a melhor forma de ensinar algo a alguém? Dizendo o que a pessoa deve fazer ou como ela deve se comportar ou mostrando isso nas próprias ações, atitudes e falas?

Certamente a segunda opção, não é mesmo? Essa é uma lição pra vida, essencial para um líder de sucesso. Afinal, como exigir responsabilidade e resultado se você não entrega o mesmo?

Constante inovação

O tempo não para, as mudanças também não, tudo se transforma o tempo todo e então como acompanhar esse ritmo?

Inovando sempre, estando um passo à frente, antecipando e criando tendências. Um bom líder, encora sua equipe a ter novas ideias junto a ele(a), desenvolvendo ações e formas de pensar que saiam do óbvio e sejam capazes de criar alguma vantagem competitiva para o negócio.

Inteligência social na liderança: características e habilidades comportamentais necessárias

O mercado não quer mais do mesmo, hoje uma boa liderança deve ser socialmente inteligente e ter as soft skills afiadas.

Liderar é muito mais que gerir processos é sobre direcionar pessoas. É relacionar-se de forma a criar ambientes funcionais, produtivos, eficientes, altamente colaborativos e saudáveis.

Se dividirmos essa lista de habilidades conforme as principais características demandadas, podemos destacar como características e habilidades essenciais para os novos líderes: solução de problemas, orientação a mudanças, avaliação de riscos, inteligência emocional, empatia, vulnerabilidade, abertura para feedbacks, aprendizado constante, dentre muitas outras.

E então? Você se considera preparado para liderar neste cenário atual? E como colaborador, este é o perfil de liderança que tem encontrado?

Marcelle Larcher

Marcelle Larcher

Marcelle atua como Sócia e Diretora Executiva de Carreira do Grupo Larch. Graduada em Pedagogia e Psicologia pelo CES/JF e especializada em Gestão Estratégica de Pessoas pela HSM University. Empresária, empreendedora e gestora no setor de ensino, Marcelle tem mais de 15 anos de experiência em Gestão Educacional e Corporativa, e 26 anos de mercado.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia