Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Lenda da sinuca, Rui Chapéu morre em São Paulo aos 79 anos


Por Agência Estado

29/02/2020 às 17h17

Lenda da sinuca brasileira, Rui Chapéu morreu neste sábado (29), aos 79 anos. O baiano ficou famoso pela parceria formada com o narrador Luciano do Valle no programa Show do Esporte, da TV Bandeirantes, nos anos 1980.

A informação a respeito do falecimento foi publicada nas redes sociais do jogador. A causa da morte ainda não foi divulgada. O velório será realizado neste sábado, às 18h30, no Cemitério São Pedro, Vila Alpina, em São Paulo.

“Esse é um post daqueles que nunca gostaríamos de fazer. O Rui faleceu hoje. Todos estamos muito tristes e abalados. Estamos fazendo esse post em respeito a todos os amigos e fãs do Rui. Assim que possível daremos mais notícias”, diz a publicação no Instagram.

José Rui de Mattos Amorim é natural de Itabuna, na Bahia, onde passou a infância e adolescência e começou a praticar o bilhar ainda criança. Na década de 1970, mudou-se para São Paulo. Largou o emprego de caminhoneiro e vendeu uma mercearia da qual era dono para apostar na sinuca. Começou a ganhar dinheiro em desafios contra outros jogadores em bares do Centro da cidade.

No Centro da capital paulista, o jogador baiano conheceu os clubes da modalidade e jogava com apostas altas. As partidas, no entanto, duravam pouquíssimos minutos, dado o alto nível dos atletas. Foi nos bares em São Paulo que ganhou o apelido de Rui Chapéu por usar costumeiramente uma boina branca, objeto que virou uma espécie de símbolo.

O conteúdo continua após o anúncio

Rui Chapéu ficou nacionalmente conhecido entre as décadas de 1980 e 1990 por exibir seu enorme talento no bilhar nas edições semanais do programa Show do Esporte, da TV Band, comandado pelo narrador Luciano Do Valle, que o viu em um programa de Silvio Luiz, na TV Record, em 1979.

O auge dos desafios televisionados em rede nacional foi a vitória sobre o inglês Steve Davis, conhecido como Pelé da modalidade e seis vezes campeão mundial.

Além de popularizar de vez a sinuca no país, Rui Chapéu foi responsável por mudar a imagem do esporte, antes associado à criminalidade e visto como exclusivo de malandros e vagabundos.

Ele chegou a receber propostas para jogar no exterior, na Inglaterra e no Japão, mas preferiu ficar perto da família. Dizia que não tinha a intenção de ser rico. Nos últimos anos, diminuiu o ritmo e passou a fazer algumas apresentações especiais. Também ensinava sinuca para iniciantes por meio de um curso on-line.

Por meio da Lei nº 14.485, promulgada no dia 19 de julho de 2007 na cidade de São Paulo, o dia 21 de março passou a ser considerado o dia do Atleta de Sinuca e Bilhar. É a data do aniversário de Rui Chapéu, que completaria 80 anos em 2020.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia