Tópicos em alta: matheus goldoni / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Esporte e filosofia

Sensei Luís Ricardo faz uma demonstração Mais do que um esporte, a filosofia de vida promovida pelo aikido será tema do Encontro Nacional da modalidade, que acontece hoje, entre 9h e 18h, na Faculdade de Educação Física da UFJF. Promovido pelo Dojo Nokiochi, o evento deve reunir quase 200 atletas de todas as idades, que […]

Por GUSTAVO PENNA

28/11/2015 às 07h00

Sensei Luís Ricardo faz uma demonstração

Sensei Luís Ricardo faz uma demonstração

O conteúdo continua após o anúncio

Mais do que um esporte, a filosofia de vida promovida pelo aikido será tema do Encontro Nacional da modalidade, que acontece hoje, entre 9h e 18h, na Faculdade de Educação Física da UFJF. Promovido pelo Dojo Nokiochi, o evento deve reunir quase 200 atletas de todas as idades, que participarão de miniaulas para aperfeiçoamento e reciclagem das técnicas da arte marcial.

“Não existe competição de aikido. É uma busca pessoal, de saúde física e mental”, afirma o sensei Luís Ricardo, 57 anos, 25 deles dedicados ao aikido. “Existe também um lado filosófico muito bonito. Apesar de ser uma arte marcial, com técnicas que realmente funcionam, a nossa busca é fazer o oposto do que vemos hoje em dia. Pessoas estressadas, sem educação, egoístas. O aikido trabalha a pessoa para ser cooperativa, educada, gentil, paciente.”

Essa filosofia transmitida pelo aikido está expressa em 14 lemas, entre eles “manter a disciplina”, “ser pacífico”, “manter a ética”, “ser humilde”, “ser justo e honesto” e “conscientizar-se de que a prática do aikido tem por princípio o autoconhecimento”. “O aikido veio da religião omoto, do Japão, e o que temos no Brasil mais próximo disso é a seicho-no-ie, que transmite a visão de pessoas tranquilas, que pensam sempre positivamente, compromissadas com a humanidade e o planeta. Esses sentimentos da seicho-no-ie temos também no aikido, que é a parte mais bonita”, diz Luís Ricardo.

A entrada no evento será gratuita para os interessados em conhecer a modalidade esportiva e os ensinamentos da filosofia de vida. Segundo o sensei, o público “só precisa levar a própria sensibilidade e querer ver uma coisa diferente do que vemos todos os dias. Muitos mal informados, sem boa educação cultural, ficam pensando que é tudo movimento combinado, um teatro. Muitas pessoas ainda estão só ligadas na parte física, como o MMA, mas o aikido é feito de verdades, e não de mentiras.”

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia