Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / chuva / polícia / obituário

Atleta revelado em JF chega na semi do Campeonato Brasileiro de Futevôlei

Aos 19 anos, Inácio Ribeiro, que surgiu no Brasileirão de Futevôlei Gonzagão, disputou a competição contra os melhores do país ao lado de Alexandre Cabeça

Por Iuri Fontana, estagiário sob a supervisão do editor Bruno Kaehler

06/01/2021 às 19h23

Inácio, à esquerda, já se destaca a nível nacional poucas semanas após assinar seu primeiro contrato profissional (Foto: Arquivo pessoal)

No último fim de semana foi realizada a etapa do Recife (PE) do Campeonato Brasileiro de Futevôlei, organizado pela Confederação Brasileira da modalidade (CBFv). O atleta Inácio Ribeiro, revelado em Juiz de Fora, conquistou a quarta colocação na competição, ao lado de sua dupla Alexandre Cabeça.

Na etapa classificatória, Inácio e Cabeça bateram Paulinho e Ovelha, por 1 set a 0. Nas quartas de final, os atletas disputaram contra Hiltinho e Franklin, uma das duplas favoritas ao título, e também triunfaram por 1 parcial a 0. Na semifinal, encararam Brisa e Sandrei. Em duelo de dois sets, a dupla ficou para trás e deu adeus ao título da competição após derrota por 2 a 0. Em disputa pelo 3° lugar novamente contra Hiltinho e Franklin, a dupla amargou novo revés, desta vez por 1 a 0.

O conteúdo continua após o anúncio

Aos 19 anos, Inácio foi revelado no Brasileirão de Futevôlei Gonzagão após se destacar nos últimos anos no torneio, conquistando o título em 2019 e o vice-campeonato em 2020. Na última edição do torneio local, o atleta, que é natural de Aperibé (RJ), chamou a atenção do empresário Rica, diretor executivo da Athleta – empresa do ramo de materiais esportivos -, e foi convidado a assinar um contrato para compor a equipe da marca em competições profissionais.

Segundo o jogador, uma das principais dificuldades da disputa foi a falta de entrosamento. “A dupla que ganhou da gente na semi estava muito bem e eles são muito mais entrosados porque treinam e jogam juntos. Eu conheci meu parceiro naquele fim de semana. A gente jogou uma partida um dia antes e foi para o campeonato.”

Mesmo com a dificuldade e o caminho interrompido até o título, o atleta não deixou se sentir vitorioso diante de seu desempenho. “Eu fiquei muito feliz porque consegui ganhar de atletas de ponta, que são campeões mundiais e consagrados. Foi um dia inesquecível pra mim.” O jogador agora segue treinando em sua cidade natal com o objetivo de participar no próximo mês do Team Águia Footvolley Cup (TAFC), uma das mais importantes competições do país.



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia