Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online começa nesta quarta

Evento vai exibir 41 produções, entre curtas e longas-metragens, de forma on-line até o próximo dia 18


Por Tribuna

12/05/2021 às 07h00

cinema
Inédito nos cinemas, longa “Sol Alegria”, de Tavinho Teixeira, terá exibição especial (Foto: Divulgação)

Os fãs do cinema de ficção científica, horror e fantasia – e da sétima arte em geral – terão durante a próxima semana a oportunidade de conhecer o que vem sendo feito no país nestes gêneros. Tem início nesta quarta-feira a primeira edição do Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online, que até a próxima terça-feira (18) vai exibir um total de 41 produções, entre longas e curtas-metragens, de forma gratuita e on-line. O projeto conta com o patrocínio do Governo federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.
O evento dividiu as produções em três categorias: Retrospectiva, com oito longas e dez curtas-metragens realizados entre 2013 e 2020; Realizadores Fluminenses, com nove curtas produzidos entre 2018 e 2021 de profissionais nascidos ou residentes no estado do Rio; e Inéditos do Brasil, com 14 curtas-metragens finalizados entre 2018 e 2021 de cidades como Brasília, Belo Horizonte, São Paulo, Recife, Salvador, Cordisburgo e Manaus. Os filmes poderão ser assistidos pela plataforma Darkflix/Wurlak através do site festivalfantastico.com, bastando fazer um cadastro com nome, e-mail e senha para o login.
Das 41 produções, oito longas e 32 curtas poderão ser assistidos durante todos os dias do festival, e apenas o longa “Sol Alegria”, de Tavinho Teixeira, ficará disponível pelo período de 24 horas. A produção, inédita nos cinemas brasileiros, tem o cantor Ney Matogrosso no elenco e se passa em um futuro distópico, no qual uma família viaja pelo Brasil tendo que sobreviver a uma ditadura.
Segundo o curador do festival, Pedro Alves, o evento funcionará como um ponto de partida para os amantes do fantástico que não possuem muito contato com a produção audiovisual brasileira contemporânea, além de possibilitar a exibição de filmes aguardados que anteriormente ficavam dependentes de suas exibições presenciais. “A seleção de produções consegue apresentar os diferentes tons possíveis do fantástico. O conjunto de filmes selecionados apresenta a pluralidade encontrada na cinematografia fantástica dentro do nosso próprio país”, afirma.

O conteúdo continua após o anúncio

Eventos paralelos
Além da exibição dos longas e curtas, o Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online vai promover oito debates virtuais em todos os dias do evento, às 19h, com convidados especiais. Já a Mostra Retrospectiva terá cinco sessões comentadas por especialistas, a partir de vídeos publicados no IGTV do Instagram (@festivalfantastico). Haverá ainda uma masterclass no dia 18, às 17h, com Fabrício Basílio, que é graduado em comunicação e audiovisual e tem mestrado em comunicação pela UFF (Universidade Federal Fluminense). Com o tema “Entre horrores e maravilhas: duas tendências do cinema brasileiro fantástico contemporâneo”, a masterclass poderá ser acompanhada pelo canal do Centro de Artes UFF no YouTube.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia