Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / lockdown / vacina / polícia / obituário

PJF abre seleção de secretário escolar e gera polêmica

Edital da seleção, publicado no sábado, causou discordância em parte dos profissionais da educação


Por Tribuna

27/08/2019 às 19h31- Atualizada 28/08/2019 às 20h39

Começou, na segunda-feira (26), as inscrições para processo seletivo da Prefeitura que visa a contratação temporária de secretário escolar para a rede municipal de ensino. O edital da seleção, publicado no sábado (24), causou discordância em parte dos profissionais da educação. Em relato à Tribuna, um professor, que prefere não ser identificado, alegou que alguns trabalhadores discordam da inclusão de uma prova objetiva, de caráter eliminatório, como parte da seleção. Anteriormente, o processo seletivo admitia apenas prova de títulos. De acordo com ele, a mudança na estrutura do processo não teria sido debatida com a categoria, além disso, seria prejudicial para profissionais com maior tempo de carreira.

Em nota, o Sindicato dos Professores (Sinpro) alega que não foi cumprida a garantia de negociação dos critérios do edital. Conforme o Sinpro, a categoria entende ser “absolutamente necessário que a publicação do edital seja feita com tempo hábil para discussão e posicionamento dos trabalhadores, principalmente quando há mudanças significativas no conteúdo”. No posicionamento, a entidade reforça que as alterações não foram debatidas com a representação sindical.

O conteúdo continua após o anúncio

Por outro lado, a Secretaria de Educação (SE) informou que foi realizada reunião entre representantes da pasta e a diretoria do sindicato na semana passada. Na ocasião, teriam sido apresentadas as mudanças propostas para o edital e suas justificativas. A inclusão de uma prova no processo seletivo de contratação temporária para o cargo de secretário escolar, segundo a SE, teria por objetivo avaliar o conhecimento de informática básica, “especialmente o uso da internet para pesquisas e e-mails, bem como de editores de texto e planilhas, tendo em vista que se trata de capacidade imprescindível para o exercício das atribuições do cargo”.

Outro ponto questionado pelo sindicato é a realização de nova seleção pela Prefeitura. O Sinpro defende que sejam convocados profissionais classificados na lista de espera de processo anterior. Na avaliação da entidade, a realização de novo processo seletivo trará transtorno às escolas municipais, que não poderão contar com o auxílio de secretários escolares no mês de setembro. Sobre o tópico, a SE pontuou que, também na reunião do dia 21, teria informado aos representantes que a necessidade de prova de conhecimento técnico para o cargo de secretário escolar teria sido o motivo pelo qual novo edital fora publicado.

Prazo de inscrição terminará na próxima quinta-feira

O prazo de inscrição para o processo seletivo se estenderá até quinta-feira (29). Poderão se inscrever, exclusivamente pelo site www.pjf.mg.gov.br, candidatos com ensino médio completo e com uma das seguintes habilitações: magistério, técnico em contabilidade, técnico em administração, técnico em processamento de dados ou técnico em secretariado e/ou registro de secretário de escola de 1º e 2º graus. Os inscritos deverão entregar a documentação comprobatória dos títulos no Centro de Formação do Professor (Av. Getúlio Vargas, 200, Centro), nos dias 2 ou 3, das 8h30 às 17h. A data, o horário e o local de realização da prova serão divulgados até 3 de setembro.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia