Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Idoso é atropelado e morto na Avenida Getúlio Vargas

Homem de 77 anos foi atingido por um coletivo no cruzamento com a Rua Batista de Oliveira


Por Marcos Araújo

19/06/2019 às 14h30- Atualizada 19/06/2019 às 20h41

Trânsito foi fechado para o atendimento à ocorrência (Foto: Marcos Araújo)

Um idoso morreu atropelado por um ônibus, no início da tarde desta quarta-feira (19), no cruzamento entre a Avenida Getúlio Vargas e a Rua Marechal Deodoro, no Centro. A vítima, de 77 anos, foi identificada como Hélio Fagundes. Após o acidente, que foi registrado pela Polícia Militar, por volta das 13h, o corpo da vítima ficou no asfalto por cerca de 40 minutos, o que provocou a aglomeração de muitas pessoas que passavam pelo local. Unidades móveis de socorro foram deslocadas para o local, mas já não havia o que fazer a não ser a constatação do óbito. O corpo foi recolhido por um carro funerário e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

O acidente provocou retenções no trânsito em diversos pontos da cidade. Conforme o aplicativo Waze, houve congestionamentos em direção ao Centro, na Avenida Rio Branco, a partir do Bairro Manoel Honório, e na Avenida Brasil, desde o Bairro Santa Terezinha.  De acordo com o boletim de ocorrência, o condutor do ônibus da linha 609 (Bairro Milho Branco), de 28 anos, relatou aos policiais que conduzia o veículo pela Avenida Getúlio Vargas, quando, próximo ao cruzamento com a Rua Marechal Deodoro, a vítima teria atravessado a via, repentinamente, sem tomar os cuidados devidos, já que o semáforo estava aberto para o trânsito. Dessa forma, a vítima foi atingida pelo coletivo. O motorista também contou que teria tentado parar o ônibus, tirando a parte da frente do veículo, na tentativa de evitar o atropelamento. Todavia, a dianteira do lado esquerdo do coletivo bateu contra o idoso, arremessando-o ao chão.

O conteúdo continua após o anúncio

Ainda conforme o documento policial, a PM não conseguiu o endereço da vítima, uma vez que ninguém se apresentou no local como parente ou conhecido dela. O boletim também aponta que testemunhas relataram que o veículo transitava pela Avenida Getúlio Vargas, quando, ao passar pelo cruzamento com a Rua Marechal, com o semáforo verde para os veículos e vermelho para os pedestres, a vítima atravessou a via fora da faixa de pedestre e sem os cuidados para a sua segurança, sendo atropelada. A perícia compareceu ao local do acidente e efetuou os trabalhos de praxe e fez o recolhimento do disco tacógrafo do veículo, liberando-o posteriormente. O motorista do ônibus foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil a fim de prestar esclarecimentos.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia