Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Jovem invade campo do Tupi para fugir de flagrante policial

Outras quatro pessoas foram apreendidas pela PM em ações contra o tráfico entre quarta e quinta-feira


Por Tribuna

18/07/2019 às 12h14

Quatro adolescentes e dois jovens foram detidos pela Polícia Militar em ações contra o tráfico de drogas desencadeadas nas regiões Leste e Nordeste de Juiz de Fora. As ocorrências foram registradas entre a noite de quarta-feira (17) e o início da madrugada desta quinta (18). Em uma delas, no Bairro Santa Terezinha, região Nordeste, um dos suspeitos, 23 anos, invadiu o campo do Tupi para tentar fugir do flagrante policial. Ele, um outro rapaz de 19 anos e dois adolescentes, ambos de 17, foram pegos. O grupo é suspeito de vender drogas na região.

Conforme o registro policial, os militares receberam informação que a venda de tóxicos era feita em uma residência do bairro, em uma área conhecida como Favela do Rato. Ao se deslocarem para a Rua da Paz, os policiais observaram movimentação suspeita do jovem de 19 anos e dos adolescentes. Quando viu que seria abordado, o rapaz jogou no terreno de uma construtora algo que segurava. Com o trio, segundo a PM, os policiais apreenderam dinheiro, celular e três pedras de crack. O celular do jovem foi encontrado no terreno da empresa de construção.

O conteúdo continua após o anúncio

Os policiais seguiram para o imóvel alvo das denúncias. Os próprios detidos teriam confirmado que o local era usado como boca de fumo. Quando chegaram na residência, os militares avistaram o jovem de 23 anos fugindo. Ele subiu na laje da casa e pulou o muro que dá acesso ao campo de futebol do Tupi, onde colocou algo no gramado. O suspeito foi preso em seguida, e o cão farejador Iron encontrou 31 pedras de crack no campo. O rapaz se desequilibrou quando pulava o muro e fraturou o punho, o que levou à necessidade de atendimento médico. Ele e os outros três suspeitos foram levados para a delegacia para prestar esclarecimentos. A manobra teve início por volta de 19h e só se encerrou às 2h30 desta quinta.

Drogas na lixeira do salão

Já no Santa Cândida, Zona Leste, um garoto de 15 anos foi apreendido por suspeita de colocar drogas no lixo de um salão para evitar ser pego pela PM. Ele foi visto pelos militares na Rua Jorge Raimundo, porém, ao perceber que poderia ser abordado, seguiu para outra via do bairro. Ele foi visto novamente na porta de um salão de cabeleireiro. Pessoas que estavam no estabelecimento comercial confirmaram aos policiais que o suspeito havia acabado de chegar no local. Em uma lixeira perto de onde ele estava, conforme a PM, foram encontradas 21 pedras de crack. O adolescente assumiu a posse da droga. Ele foi levado para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia