Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Internados com Covid podem perder até 30% da capacidade funcional, aponta UFJF

Estudo acompanhou 52 pacientes ao longo de um mês após hospitalização


Por Tribuna

04/05/2021 às 20h49

Um grupo de pesquisadores do Departamento de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Musculoesquelética da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foi responsável por desenvolver um estudo sobre as repercussões funcionais e respiratórias, a curto e médio prazo, em pacientes que foram hospitalizados devido à Covid-19. Segundo o coordenador do projeto, Anderson José, os resultados parciais da pesquisa apontaram para uma redução de até 30% da capacidade funcional, em um período de até 30 dias após a internação.

“Também foram encontradas redução na função pulmonar, força dos músculos respiratórios, força muscular global, qualidade de vida, baixo nível de atividade física na vida diária e aumento da dispneia, ou seja, falta de ar”, informa o pesquisador.

O conteúdo continua após o anúncio

Até o momento a pesquisa avaliou 52 participantes, de três hospitais da cidade: Hospital Universitário (HU) da UFJF, Hospital Regional Dr João Penido e Santa Casa de Misericórdia. Os integrantes participaram do estudo um mês após a hospitalização por Covid-19 e foram avaliados quanto à função pulmonar, capacidade funcional e tolerância ao esforço, força muscular periférica, dispneia (falta de ar), ansiedade, depressão e qualidade de vida.

“Os resultados deste estudo dimensionam a extensão e a gravidade após a internação por Covid-19, algo importante para elucidar a história natural da doença e auxiliar na elaboração de programas de reabilitação. Identificar e descrever estes achados são de grande valor para os profissionais responsáveis pelo acompanhamento, tratamento e reabilitação dos pacientes, de forma a serem tomadas medidas terapêuticas assertivas”, avalia Anderson José.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia