Tópicos em alta: cerveja contaminada / carnaval / polícia / eleições 2020 / chuva / bolsonaro

Projeto amplia rastreamento de doenças neonatais

Por Paulo Cesar Magella

04/12/2019 às 23h00 - Atualizada 04/12/2019 às 18h39

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou projeto do senador Rodrigo Pacheco (DEM) alterando o Estatuto da Criança e do Adolescente para ampliar a lista de doenças neonatais que devem ser obrigatoriamente rastreadas no país. Desta forma, estabelecimentos de atenção à saúde de gestantes, públicos e privados, deverão realizar exames com vistas ao diagnóstico e terapêutica de anormalidades cardiológicas, oftalmológicas, ortopédicas e metabólicas congênitas do recém-nascido.

O conteúdo continua após o anúncio
Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia