Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Minas registra 326 mortes e 6.895 casos de Covid em 24 horas

Levantamento do novo boletim epidemiológico contabiliza 35.750 óbitos pelo novo coronavírus desde o início da pandemia


Por Tribuna

08/05/2021 às 14h09- Atualizada 08/05/2021 às 15h05

Segundo o boletim epidemiológico divulgado na manhã deste sábado (9) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), foram contabilizadas mais 326 mortes nas últimas 24h apuradas, e com isso o total de óbitos no Estado desde o início da pandemia, há pouco mais de um ano, chegou a 35.750, sem contar as subnotificações de mortes que não foram relacionadas ao coronavírus por razões diversas.

Além disso, o novo boletim acrescentou novos 6.895 casos, levando o total de confirmações a 1.411.114, também sem levar em conta as subnotificações devido aos casos suspeitos e não confirmados e das pessoas infectadas mas que não entraram para as estatísticas por não procurarem ou conseguirem atendimento médico – o que impossibilita estabelecer um quadro mais preciso da pandemia em terras mineiras.

O conteúdo continua após o anúncio

Ainda de acordo com o boletim, Minas Gerais tem 75.875 casos em acompanhamento, além de 1.299.489 casos recuperados. Como costuma acontecer nos finais de semana e feriados, o mais recente não divulgou o total de pessoas que precisaram ser internadas ou que necessitaram apenas fazer o isolamento domiciliar.

Juiz de Fora

Em Juiz de Fora, o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura, na noite de sexta-feira (7), contabiliza um total de 1.495 mortes por Covid-19 e 30.913 casos confirmados, além dos 80.339 casos suspeitos, impossibilitando que a população tenha um quadro preciso da gravidade da pandemia e dificultando ações efetivas e mais adequadas para o combate da doença na cidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia