Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Estado registra 7.283 casos de coronavírus em 24 horas

Boletim epidemiológico contabiliza 59 mortes por Covid-19 em Minas durante o mesmo período


Por Tribuna

01/06/2021 às 11h06

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), 7.283 pessoas tiveram confirmado o diagnóstico de infecção por coronavírus nas últimas 24 horas em Minas Gerais. O número consta em boletim epidemiológico publicado nesta terça-feira (1º), data em que 59 mortes relacionadas à Covid-19 também foram confirmadas pelo Governo estadual.

Agora, a SES-MG contabiliza 1.579.287 contaminações pelo coronavírus e 40.556 mortes em razão da doença, em somatório de todo o período epidêmico. Após ligeira diminuição, o número de casos ativos chegou a 87.146 nesta terça, enquanto 1.451.585 pessoas são consideradas recuperadas.

O conteúdo continua após o anúncio

De acordo com o informativo, ao menos 138.308 pessoas foram internadas em hospitais mineiros por complicações relacionadas ao coronavírus. Outros 1.440.979 contaminados realizaram apenas isolamento domiciliar.

Vacinação

O boletim aponta para 4.881.794 pessoas vacinadas contra o coronavírus em Minas Gerais até o momento. Desse total, 2.370.674 já receberam a segunda dose. O estado recebeu 10.040.564 doses do Ministério da Saúde até então, sendo que já encaminhou 9.377.011 para as unidades regionais de saúde.

Juiz de Fora

Pelos dados do informativo, Juiz de Fora tem 32.164 contaminações confirmadas e 1.623 vítimas fatais da Covid-19. Dados mais recentes, emitidos pelo município, no entanto, apontam para 34.015 casos diagnosticados de infecção e 1.638 óbitos na cidade. O município também tem 180.119 pessoas imunizadas contra o coronavírus até o momento, de acordo com o “vacinômetro” da Prefeitura de Juiz de Fora.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia