Tópicos em alta: polícia / chuva

Polícia prende 4 por morte de jovem no Parque das Águas

Quatro jovens foram presos nesta terça-feira (28) suspeitos de envolvimento no crime que resultou na morte de Neilson Candido de Oliveira Filho, 19 anos, e no ferimento a bala na cabeça de um menino de 4 anos. O projétil transfixou o crânio da criança e ainda atingiu a mãe dela, 19, que a carregava no […]

Por Tribuna

28/05/2013 às 15h10

Quatro jovens foram presos nesta terça-feira (28) suspeitos de envolvimento no crime que resultou na morte de Neilson Candido de Oliveira Filho, 19 anos, e no ferimento a bala na cabeça de um menino de 4 anos. O projétil transfixou o crânio da criança e ainda atingiu a mãe dela, 19, que a carregava no colo, na altura do peito. Os fatos aconteceram no Bairro Parques das Águas, na região do Monte Castelo, Zona Norte, no último dia 20. As prisões foram efetuadas pela equipe de policiais da Delegacia Especializada em Homicídio e contou com a participação da Polícia Militar.

Os envolvidos foram capturados no Bairro Bela Aurora, na Zona Sul, em função de cumprimento de mandado de prisão expedido pela Justiça. Foram detidos um rapaz de 22 anos, responsável por disparar contra o menino e sua mãe; outro jovem, 20, que teria atirado, matando Neilson; um terceiro, de 22 anos, que teria conduzido o veículo utilizado na fuga da cena do crime; e mais um, 21, que teria levado o revólver calibre 38 usado para ferir as vítimas. A arma também foi apreendida hoje na casa do suspeito, com cinco munições, sendo duas deflagradas. Segundo informações da Delegacia de Homicídio, um quinto envolvido, que seria irmão de um dos presos, que encontra-se foragido, já foi identificado e está sendo procurado. Uma motocicleta, que serviu para a fuga dos criminosos, foi apreendida.

O conteúdo continua após o anúncio

De acordo com informação da Polícia Civil, a investigação que levou à prisão dos criminosos durou cerca de uma semana, tendo o trabalho de captura dos identificados se iniciado no final da tarde de segunda-feira (20). A motivação do crime teria sido uma confusão entre moradores do Parque das Águas e esse grupo de rapazes do Bela Aurora, que estaria ocupando um imóvel no bairro da Zona Norte. O local estaria sendo usado para venda e uso de entorpecente, fato que vinha incomodando os moradores. A casa chegou a ser apedrejada, servindo de estopim para que o grupo ligasse para comparsas da Zona Sul, pedindo que um revólver fosse levado para o local.

Nesta terça-feira, assessoria de comunicação da Santa Casa de Misericórdia informou que o menino atingido na cabeça permanece internado sedado e entubado desde o dia do crime. Seu estado de saúde era considerado estável.

Como apontou a Polícia Militar, no dia da ocorrência, os suspeitos dos disparos, cinco no total, foram reconhecidos por testemunhas. Eles estavam em um carro e uma moto e teriam entregue armas a dois suspeitos, sendo que um deles teria efetuado disparos contra Neilson. Neste mesmo momento, a mãe da criança teria pedido para que ele parasse, mas o bandido atirou também contra ela, acertando seu filho.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia