Tópicos em alta: polícia / CPI dos ônibus / bolsonaro

Copa é logo ali, na Olegário

Por Airton Soares

31/01/2019 às 09h04

Copacabana, o célebre bairro carioca, famoso pela vida boemia, guarda butecos tradicionais que primam pelo chope sempre gelado e por comidinhas que são verdadeiros patrimônios culturais daquela cidade. Com mais de sessenta anos de história, o bar Pavão Azul brilha por lá tendo como estrela uma receita das irmãs portuguesas Vera e Beth Afonso: a Patanisca.

Antes de falar mais sobre o prato, vou contar que o sobrinho dessas portuguesas, o Gustavo Afonso Tinoco, chegou com a esposa Alexandra aqui em nossa cidade no meio do ano passado, com as receitas do bar Pavão Azul impressas em seu DNA, afinal, desde os doze anos de idade freqüentou o bar e lá aprendeu tudo trabalhando e criando novas receitas de sucesso também. E em JF ele montou, primeiramente, um food truck que bombou e que mostrou o quanto era promissor o negócio da patanisca por aqui.  Estava ali, escancarada, a nossa paixão pela comida portuguesa, que em JF têm excelentes opções de restaurantes e que também faz parte de nossa história local.

 

E agora todos podem comer os pratos do cardápio caprichado do Patanisca Butequim, ali no Bairro Paineiras, em plena Olegário Maciel. A patanisca está lá, nos esperando. Trata-se de um delicioso bolinho de bacalhau, bem temperado, crocante por fora, muito saboroso e sempre frito na hora do consumo. Na sua receita não entra nada de batata, como é comum nos bolinhos da bacalhau, e isso faz toda a diferença nesse prato, que fica ainda mais delicioso com um fio de azeite e um chope bem gelado, como é consumido aos montes no clássico bar carioca que deu origem ao nosso buteco em JF. Viu só?! Já estou até chamando de nosso tamanha a afinidade que estou com o lugar!

O conteúdo continua após o anúncio

 

E tem mais: o arroz de camarão, o caldinho de feijão, pastéis e escondidinhos que fazem parte da lista de sucessos do Pavão Azul também estão representados  no cardápio do Patanisca Butequim. Tem ainda um arroz de marimbondo (que não vou contar a receita só pra deixar vocês curiosos e irem visitar o bar) e porções de camarão, que também podem vir num excelente bobó, além de sandubas de costela ou pernil, sempre acompanhados de queijo e abacaxi, que me fizeram lembrar de um outro clássico buteco do Rio de Janeiro, o Cervantes, igualmente de Copacabana. Mas isso é assunto pra outra coluna. Por hora, vamos ao nosso buteco de JF comer umas pataniscas e aproveitar todo o clima, e comidinhas, com o DNA de um dos mais clássicos butecos cariocas que, para nossa sorte, agora está mais perto do que nunca. Partiu? Então Vamos Juntos?!

 

Avenida Olegário Maciel, n. 1318 Tel 3321-9143

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.

Desenvolvido por Grupo Emedia