Tópicos em alta: polícia / crise fiscal / campeonato mineiro

50 anos do Bar do Abílio

Por Airton Soares

10/01/2019 às 08h06 - Atualizada 11/01/2019 às 16h33

Soem as trombetas: chegou o jubileu de um dos butecos mais queridos dos juizforanos, o Bar do Abílio! Em cinco de janeiro de 1969 começava a história de um bar que sempre existiu no mesmo endereço, na rua Fonseca Hermes, número 180, quase esquina com a rua Batista de Oliveira.  Ali, o simpático Abílio, natural da cidade de Piau/MG, abriu uma mercearia de nome Colorado, vendendo os mais diversos produtos como bananas, galinhas, buchas vegetais, mantimentos e produtos paraguaios. Eu mesmo, que na infância fui morador da rua e vizinho do bar, me lembro da mesa com bananas na porta do lugar sempre que eu passava por ali voltando da escola. Com o passar dos anos surgiu o bar, e com eles os pratos de boteco mais clássicos da casa e daquele pedaço do centro juizforano, como o fígado com jiló, o chouriço e tantos outros que sempre foram acompanhados pela famosa pinga com mel.

Sobre a porção de fígado eu, já adulto, me recordo dela servida exclusivamente com cebolas, sempre em rodelas, sem desfazer o anel, resultado do capricho de sempre do Abílio. É uma facilidade pra comer o petisco com a cebola, devidamente pinçada pelo palito junto ao naco de carne macia e suculenta. Pois esse mesmo prato recebeu a sugestão de uma cliente que, apreciadora do fígado com jiló preparado na chapa lá no Mercado Central de BH, sugeriu a inclusão do fruto na receita daqui. Pois não foi fácil achar o ponto certo para incluir esse ingrediente: hora desmanchava, outra vez ficava amargo demais e, no fim voilà: uma receita novinha em folha, com a tradição e a habilidade deste simpático cozinheiro, que prepara tudo com maestria ali mesmo, dentro do bar e bem próximo dos seus clientes. Aqui tudo é feito na hora, “na lata”, ali mesmo na nossa frente.

O fígado com jiló campeão do Comida di Buteco 2011 (Foto Júnior Faria)

E o resultado de toda essa persistência, capricho e habilidade foram coroadas com o título de campeão do concurso Comida di Buteco, quando esse mesmo fígado com jiló levou o caneco na estréia do concurso em nossa cidade, garantindo até a publicação na receita do livro nacional do concurso. Que inveja deve ter ficado o pessoal de BH, né?!

Desde então foram mais títulos, clientes novos, receitas campeãs e muita história boa pra contar. E tudo isso será reunido numa comemoração bacana, pra festejar tantas memórias legais e curiosas. Vai rolar uma baita festa no dia 10 de fevereiro, com open food, open bar e com muito samba pra embalar o evento lá na fábrica da Cervejaria Golem. Não tem lugar melhor.

Então vamos nos reunir com o senhor Abílio e festejar muito essa data. Ele merece!

O conteúdo continua após o anúncio

 

Bar do Abílio: Rua Fonseca Hermes, 180 – Centro Seg A Sex 10 às 23h30 Sáb 10 às 19h

Festa de 50 Anos: Dia 10/02 na Avenida Rui Barbosa, 482 – Santa Terezinha

Os ingressos, que são limitados, podem ser adquiridos no Bar do Abílio.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.

Desenvolvido por Grupo Emedia