Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Polícia Civil prende suspeito de atuar em ‘disque-droga’ no Centro

Drogas foram encontradas no interior da calça do homem e em sua residência, escondidas em um fogão à lenha


Por Gabriel Bhering, estagiário sob supervisão da editora Rafaela Carvalho

21/06/2022 às 22h00

Parte das drogas foi encontrada escondida dentro de um fogão à lenha (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um homem de 51 anos, suspeito de atuar na modalidade de “disque-drogas” em toda a cidade de Juiz de Fora foi preso em flagrante nesta terça-feira (21) pela Polícia Civil, durante entrega no Centro.

Conforme o delegado Rafael Gomes de Oliveira, titular da Delegacia Especializada de Narcóticos, a equipe de investigadores descobriu que o suspeito faria uma entrega durante a tarde na região central.

O conteúdo continua após o anúncio

Os policiais se deslocaram até o local onde ocorreria a entrega e, assim que ele desceu do veículo que conduzia, a polícia o abordou. Durante a busca pessoal, foram encontrados vários papelotes de cocaína, segundo o delegado.

Posteriormente, a polícia se deslocou até a residência do suspeito, onde encontrou mais drogas e uma balança de precisão. Vídeos mostram, inclusive, os entorpecentes escondidos em um fogão à lenha e em meio a pedaços de madeira.

Diante dos fatos, o homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas e foi encaminhado ao sistema prisional.

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia