Tópicos em alta: sergio moro / dengue / polícia / reforma da previdência / bolsonaro

Três empresas querem construir viaduto em JF

Propostas estão sendo analisadas na CPL; expectativa da Prefeitura é iniciar obras ainda este ano

Por Tribuna

12/07/2019 às 14h15- Atualizada 12/07/2019 às 14h16

O processo de licitação do Viaduto dos Três Poderes teve início na última quarta-feira (10), na Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Prefeitura. Três empresas entraram no certame, que funcionará no modelo de menor valor. Nesta modalidade, a escolha da empresa ser dará pela que oferecer o menor custo pelo serviço entre todas que cumprirem os quesitos definidos em edital. O procedimento, agora, entra na fase de análise da habilitação das empresas interessadas, a qual é realizada pela Secretaria de Obras (SO). A previsão da administração municipal é que as obras iniciem ainda em 2019.

Das três empresas que ingressaram por meio do edital licitatório, que não tiveram seus nomes revelados, duas já atuam em Juiz de Fora. Já a terceira tem sede situada na região Sul do Brasil. A previsão da SO é que a análise dos projetos leve cerca de dez dias, com as empresas eliminadas tendo, ainda, outros cinco dias para recorrer à decisão da pasta.
O valor definitivo das obras, bem como os prazos para conclusão serão divulgados apenas após o término do certame, mas, inicialmente, o investimento previsto é de R$ 13.164.517,35 com 15 meses de prazo para o término da construção contados a partir da emissão da ordem de serviço.

O conteúdo continua após o anúncio

Longa trajetória
O projeto faz parte de um conjunto de nove obras viárias anunciadas em 2012 pela administração municipal da época. Inicialmente, a previsão era de realização de todas as construções até 2014; no entanto, em 2017, quando apenas três das obras haviam sido realizadas, o prazo foi estendido para 2024.

O Viaduto dos Três Poderes teve um primeiro edital publicado em janeiro deste ano, no entanto, a publicação foi interrompida por necessidade de revisão em alguns pontos do edital, não havendo alteração em qualquer aspecto do projeto, de acordo com a Secretaria de Obras. Em maio, o edital definitivo foi publicado e o valor estimado das obras passou de R$ 10,6 milhões para R$ 13.164.517,35. A alteração se deu, ainda segundo a SO, devido à revisão na planilha orçamentária.

O projeto
O projeto prevê uma elevação interligando a Avenida Francisco Bernardino e a Ponte Wilson Coury Jabour Jr., passando sobre a Rua José Calil Ahouagi e se estendendo pela Rua Padre Júlio Maria para, assim, permitir o acesso à ponte que liga os dois lados da Avenida Brasil. Idealizado em 2012 como um mergulhão, o plano foi remodelado como viaduto e tem a expectativa da Prefeitura de Juiz de Fora de causar melhora significativa no fluxo de veículos na região central. O planejamento inclui mudanças no tráfego da Francisco Bernardino e da Rua Marechal Floriano Peixoto.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia