Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Amazon anuncia reajuste nos preços da assinatura Prime

Plano mensal vai ter aumento de 50,5%, indo R$ 9,90 para R$ 14,90; o plano anual tem aumento de 33,70%, já que era vendido por R$ 89 e agora será por R$ 119 


Por Tribuna

03/05/2022 às 12h32

Nesta terça-feira (3), a multinacional Amazon anunciou reajuste nos preços dos planos de assinatura Prime. A partir de 20 de maio, o plano mensal, que custava R$ 9,90, passará a custar R$ 14,90, apresentando um aumento de 50,5%. O plano anual, por sua vez, sofreu um aumento de 33,70%, custando atualmente R$ 89 e passando a ser comercializado a R$ 119 após o reajuste.

A mudança de preço ocorre após a empresa registrar pela primeira vez, desde 2015, uma receita fiscal negativa. No último trimestre, o prejuízo foi de US$ 3,8 bilhões, cerca de 19 bilhões de reais. 

Atualmente, os planos Prime incluem a possibilidade de entrega grátis dos itens do site, acesso ao Prime Video, o serviço de streaming da empresa. A Amazon também oferece a possibilidade de vincular a conta à Twitch e ter benefícios, também contando com a possibilidade de resgatar jogos na plataforma Prime Gaming. 

O conteúdo continua após o anúncio

Empresa tem investido no mercado brasileiro 

Mesmo com o cenário de prejuízos e o reajuste do plano Prime, a empresa tem investido em trazer novas opções para o mercado brasileiro. A maioria das novidades é justamente no serviço de streaming, que conta com produções brasileiras e a exibição de jogos da Copa do Brasil de Futebol narrados pelo apresentador Tiago Leifert, com os comentários do streamer Casimiro Miguel.

 

 

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia