Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / lockdown / vacina / polícia / obituário

Federação avalia medidas para incrementar o comércio

Por Paulo Cesar Magella

25/02/2021 às 20h30 - Atualizada 25/02/2021 às 16h57

Diante do cenário de incertezas, que só será alterado com a vacinação em massa, a Federação das Associações Comerciais de Minas Gerais está elaborando uma série de ações para impulsionar o setor. Uma delas é o projeto Alavancar, que conta com a participação de consultores para busca de alternativas. De acordo com o presidente da Associação Comercial de Juiz de Fora, Aloísio Vasconcelos, dentro de 30 a 60 dias novas soluções para o comércio entrarão na pauta.

O conteúdo continua após o anúncio

Comércio não aglomera, diz presidente da AC

Em entrevista à Rádio CBN Juiz de Fora, o presidente da AC demonstrou seu otimismo com as recentes ações que estão sendo tomadas tanto em Juiz de Fora quanto no Estado envolvendo os eventos e o comércio. Na sua avaliação, mesmo que haja medidas drásticas para enfrentar a Covid, ele não acredita que o comércio – como de outras vezes – seja penalizado. “Creio que conseguimos convencer o Governo do Estado e do município que o comércio não é responsável por aglomerações. Sempre trabalhamos com todos os protocolos e cuidados. O fechamento do comércio não contribui em nada. Já as festas e aglomerações são inquestionáveis”, destacou.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia