Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Câmara rejeita abertura de processo de impeachment de Margarida

Por Paulo Cesar Magella

16/04/2021 às 12h07 - Atualizada 16/04/2021 às 12h07

Durante a reunião ordinária desta sexta-feira, a Câmara Municipal rejeitou a admissão de um pedido de impeachment contra a prefeita Margarida Salomão. A avaliação foi colocada para debate em plenário rejeitada por 17 votos contrários à admissão da peça e apenas um voto favorável. Durante a discussão foi lido um parecer da diretoria jurídica do Poder Legislativo que também indicou pelo arquivamento do processo. O pedido de impeachment foi protocolado na última sexta-feira por iniciativa de uma jornalista residente na cidade. Para pedir o afastamento de Margarida, a autora questionou a conduta da prefeita na gestão da pandemia como, por exemplo, nos decretos que resultaram no fechamento do atendimento presencial de atividades comerciais e de serviços e também a suspensão do funcionamento do transporte coletivo urbano entre 20h e 5h, que ocorreu nos dias 15 e 16 de março. As alegações, contudo, não foram consideradas tecnicamente válidas pelo Jurídico do Palácio Barbosa e nem pela maioria do plenário. A peça será, agora, arquivada.

O conteúdo continua após o anúncio
Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia