Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / chuva / blogs e colunas / obituário / polícia

Hábitos que enfraquecem a imunidade

Por Alice Amaral

04/11/2020 às 18h56 - Atualizada 04/11/2020 às 18h56

Imunidade é o conjunto dos mecanismos de defesa de um organismo contra agentes estranhos (patogênicos) e reforça-la é extremamente importante em tempos de pandemia da covid 19.

Abaixo cinco hábitos que pioram o sistema imune:

Álcool: Segundo estudo houve aumento de 40% no consumo durante o período de isolamento e mesmo em pequenas doses é altamente tóxico para o organismo. Além de enfraquecer o sistema imunológico, diminui a memória, produção de insulina levando ao aparecimento de diabetes, aumenta pressão arterial, acidente vascular cerebral (AVC), derrame, cardiopatias, alteração no sistema digestório (gastrite, hepatites, cirrose), depressão e até suicídio.

Fast Food (comida rápida): Sanduiches, pizzas, batatas fritas, pastéis, cachorro-quente, milk shake e refrigerantes são altamente calóricos, ricos em gorduras trans, açúcar, elevadas taxas de sódio e muito pouco nutritivos, contribuem para o aumento de peso, esteatose hepática, fadiga, câncer, envelhecimento precoce e diminuição da imunidade.

Dormir pouco: O sono é fundamental para a saúde e para o equilíbrio do nosso organismo (psíquico, emocional e metabólico). Uma noite mal dormida pode gerar estresse, irritabilidade, ansiedade, cansaço e diabetes. O estresse é uma resposta do organismo a estímulos, ocorre a liberação de hormônios como adrenalina, norepinefrina e cortisol, e o aumento do cortisol inibe e enfraquece células do sistema imunológico.

O conteúdo continua após o anúncio

Isolamento social: Segundo estudo a solidão deixa o corpo mais vulnerável a inflamações e como consequência diminuição da imunidade.

Para manter o sistema imunológico em equilíbrio é importante:

Atividade física regular: melhora o condicionamento físico e mental, além de queimar as gorduras, aumenta a concentração, previne doenças como obesidade, diabetes, câncer, contribui para um bom humor com liberação de substâncias neurotransmissoras(dopamina, serotonina) ocasionando sensação de bem-estar, prazer e felicidade, combate a ansiedade, depressão, melhora o sono, autoestima, fortalece o organismo, os músculos, aumenta flexibilidade, equilíbrio, coordenação motora, postura e aumenta a imunidade.

Não fumar: O tabagismo além de ser uma doença crônica que prejudica o sistema imunológico é um dos maiores fatores de risco para outras doenças. Segundo a organização mundial de saúde é responsável pela morte de mais de oito milhões de pessoas por ano.

Alimentação: Fundamental para saúde e aumento de imunidade, devemos incluir alimentos como os vegetais verdes escuros (brócolis, espinafre, couve) que são ricos em ácido fólico; frutas cítricas ricas em vitamina C (Kiwi, limão, abacaxi, acerola, laranja); alimentos ricos em zinco (castanhas, cereais integrais, leguminosas, amêndoas, nozes); ômega 3 (azeite de oliva extra virgem, salmão); alho (ação antiflamatória); cogumelos shitake (possui lentinano substância que aumenta imunidade); gengibre (vitamina C); legumes (pimentão, cenoura) ricos em betacaroteno; grão-de-bico e ervilha (complexo B e ferro); cebola (potencializa o sistema imune) e ingerir bastante água que é fundamental para o fortalecimento do sistema imunológico.

Alice Amaral

Alice Amaral

Médica - Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 - Título de Medicina Física e Reabilitação - RQE 44090

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia