Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / chuva / polícia / obituário

Múltiplas funções

Por Aletheia Westermann

22/11/2020 às 06h58 - Atualizada 20/11/2020 às 22h20

Os apartamentos de metragens reduzidas continuam sendo uma tendência mundial e desafiam profissionais da arquitetura na busca de soluções de conforto e funcionalidade, sem perder o charme. Essa provocação ganha reforço quando conceitos de integração focam nos espaços múltiplos.

Podemos interpretar essas questões de inúmeras maneiras. São os interesses dos moradores que moldam a planta. Cozinha/sala, quarto/escritório, varanda/sala são combinações possíveis e atuais, além de darem mais flexibilidade ao ambiente. Sem modismo ou excessos, preservando os espaços de circulação e um bom design feito sob medida, esses temas são sempre aliados de pequenas metragens.

Para tanto, podemos colocar essas questões de inúmeras maneiras. O acabamento único no piso e nas paredes contribui para a sensação visual de um espaço maior, simplifica a obra e garante unidade estética. Pisos frios em formatos grandes e tons claros reforçam ainda mais essa ideia. Incorporar a varanda à sala traz amplitude. Isso serve para as cozinhas, porém vale a pena apostar nas portas de correr que, por não ocupar espaço quando abertas, dão maleabilidade ao espaço.

Uma marcenaria bem pensada aproveita todos os cantos disponíveis, favorece a organização e poderá ser uma grande aliada, ora para integrar, ora para setorizar os espaços. As estantes vazadas são uma boa opção para fazer esse jogo de esconder/mostrar e ainda ajudam a expor os objetos decorativos que irão marcar a personalidade dos habitantes.

O conteúdo continua após o anúncio

Painéis de madeira, biombos, divisórias de vidro são algumas alternativas no lugar de paredes e, se tiver a chance de adquirir o apartamento na planta, não deixe passar essa oportunidade. Eles podem ajudar a otimizar a metragem e farão a diferença. Ademais, produzem um protagonismo para o local.

Móveis mais limpos, enxutos e que podem assumir diversas funções imprimem leveza no décor e garantem um sopro de modernidade. Todavia, não ter excessos não significa frieza e deixa o espaço livre para circular. O uso de peças multifuncionais é um dos segredos para transformar espaços pequenos. Abuse dos espelhos para buscar uma amplitude visual, mesas redondas que favorecem a circulação, numa base de cores discretas. Deixe os tons fortes para os objetos pontuais, como almofadas, tapetes e adornos, porém sempre conectados com sua identidade.

E por fim, explore a iluminação natural. Grandes aberturas de vidro em janelas e portas ampliam os ambientes, deixam a paisagem entrar e trazem a sensação de relaxamento.
Enfim, é fazer dos detalhes e dos elementos simples um morar agradável e bacana.

Para saber mais sobre Arquitetura e Interiores, leia também nosso blog acessando o link.

Aletheia Westermann

Aletheia Westermann

Arquiteta e urbanista formou na UFJF EM 2001. Desde então é Arquiteta diretora do escritório Alethéia Westermann Arquitetos. Entre vários trabalhos importantes trabalhou na restauração do Cine Theatro Central em JF, tem projetos desenvolvidos tanto em São Paulo e Rio de Janeiro como no exterior: Em Londres, UK e nos Estados Unidos, nos estados da Florida e Connecticut . É colunista da rádio CBN/JF no programa Morar Bem Arquitetura e Interiores, além de escrever semanalmente para o Jornal Tribuna de Minas no caderno Casa e Cia.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia